Atentado que matou no Egito foi cometido por suicida

Ato foi obra de estrangeiros, afirmou o presidente egípcio

O atentado que teve como alvo uma igreja cristã copta de Alexandria durante a madrugada deste sábado (1º) no Egito, fazendo 21 mortos, foi "provavelmente" cometido por um camicaze, informou o ministério egípcio do Interior em comunicado.

O ataque é obra de "mãos estrangeiras", disse, em pronunciamento na televisão, o presidente egípcio Hosni Mubarak, que se comprometeu a vencer o "terrorismo cego".

Segundo autoridades egípcias, cerca de 24 pessoas ficaram feridas no atentado, ocorrido pouco depois de meia-noirte.

O veículo explodiu no momento em que os fiéis saiam da igreja dos Santos, no bairro Sidi Bechr.

O automóvel estava estacionado no local, segundo o ministério do Interior. Diversas ambulâncias foram chamadas para o atendimento às vítimas ? muitas delas foram levadas aos hospitais com queimaduras e cortes pelo corpo.

Fonte: g1, www.g1.com.br