Ator Daniel Radcliffe diz se sentir ridículo por ter "tanto dinheiro"

A vida do ator mudou completamente depois do sucesso com a saga de Harry Potter.

Preste a voltar para as telas do cinema no filme The Woman in Black, Daniel Radcliffe conversou com a revista Parade, em uma entrevista reveladora, abordando assuntos como a fama, uso excessivo de álcool, causa gay e também sobre sua namorada Rosie Coker.



A vida do ator mudou completamente depois do sucesso com a saga de Harry Potter: "Eu ganhei tanto dinheiro com esses filmes que me sinto ridículo. Se alguém me perguntasse: "Você honestamente pensa que merecia essa grana?" Não, eu não merecia, mas aceitei mesmo assim. Eu acabei por ter sorte de entrar nessa indústria que paga quantias inacreditáveis por nada. Essa é a realidade. Eu me sinto quase culpado por ter ganhado tanto como Potter. Eu acordo de manhã no meu apartamento em Nova York, faço dois shows no teatro e fico pensando em outros atores que não sabem se terão dinheiro para atravessar a semana".

Mas a fama não trouxe apenas boas coisas e, para se refugiar, Radcliffe acabou abusando do uso de bebidas alcoólicas: "Eu já trabalhei com Richard Harris, Gary Oldman, todos esses atores que me deixavam loucos quando eu era jovem. Eu sempre quis fazer isso. E amava a ideia de ter uma vida de famoso, caótica. Apesar de tudo, o jeito que eu lidei com isso não era apaixonante. Não havia nada de glorioso ou triunfante. Eu era patético, entediante e infeliz".

Ele também falou sobre sua defesa diante da causa gay: "Eu percebi que muita gente tem problemas com sua sexualidade e isso é algo estranho para mim. Quando eu era criança, eu sequer comentava disso. Nunca me explicaram que isso existia. Era sempre algo do tipo: "Esse é o Mark e ele é gay". Mark era um amigo de meu pai que tinha um namorado e não uma namorada. Na época eu tinha cinco anos e nunca me importei. Para mim era perfeitamente normal, assim como é hoje em dia. O que me deixa maluco é ver gente fazendo declarações ignorantes, trazendo a religião para o tema. Por que haveria um Deus lá em cima escolhendo quem deve entrar no seu paraíso? Não faz nem sentido!"

Sobre seu relacionamento com Rosie Coker, ele disse: "Quando ela está ao meu lado, cada dia parece melhor... Eu não sou uma pessoa fácil de amar. Há muitos momentos em que eu sou um namorado muito bom, mas há momentos em que eu sou inútil?.

Fonte: Vírgula