Atriz Thaís Arapujo troca o mega hair de Helena a cada três meses

A cabeleireira Nelma Véo, responsável pela colocação dos fios na atriz, conta como faz para manter saudável o aplique

A cada três meses, Taís Araújo repete o ritual de ficar seis horas sentada na cadeira do cabeleireiro. O sacrifício é necessário para que a atriz renove suas 300 gramas de megahair. A responsável pela colocação do aplique em Taís é a cabeleireira carioca Nelma Véo, que há 19 anos se dedica à técnica.

Nelma é a responsável não só pelo cabelo da protagonista de Helena na novela “Viver a vida”, mas também pela franja de Aparecida Petrowky, a Sandra; pelo cabelo da mãe da personagem, Edite, vivida pela atriz Lica Oliveira e pelo look de Alice, Maria Luisa Mendonça. Seu processo de trabalho é artesanal e meticuloso.

Nelma primeiro analisa o cabelo da cliente e depois seleciona os fios que mais se parecem com a sua textura original. No caso de Taís Araújo, os fios escolhidos vieram do Haiti por serem fortes como os da atriz. Depois, foram entregues ao cabeleireiro Alessandro dos Santos, que fez um permanente especial nas mechas. “Não foi feito um permanente com química nas mechas da Taís.

Alessandro usa uma técnica especial, feita a vapor, com bigudim. Esse processo ajuda na coloração, que, por não ter química, não influência no tom da tinta”, diz Nelma. A profissional seguiu as orientações do maquiador Fernando Torquatto – responsável pela caracterização das atrizes da novela - e do supervisor de maquiagem de “Viver a vida”, Luís Ferreira. Eles guiaram Nelma em todo o processo.

Com as mechas cacheadas, ela as descoloriu com água oxigenada, numa leve decapagem, e as tingiu em tom castanho médio. “Eles não queriam a cor original dos fios, pois era muito escura e, no vídeo, ficaria muito chapado”, informa. A etapa final foi esculpir o formato do cabelo em Taís. “Segui o corte de cabelo que o Torquatto queria na Taís, com formato dégradé e esculpi as mechas no cabelo dela. Conforme ia colando, ia cortando o aplique com a tesoura até chegar no desenho desejado por ele”, diz ela.

O trabalho de colagem do megahair é feito com cola preta a base de queratina. A manutenção é fácil, explica Nelma. Taís usa um xampu de sua preferência, passa um leave-in e o seca com difusor. Segundo a cabeleireira, o cabelo dispensa maiores hidratações.

<br><img src="http://www.meionorte.com/imagens/carmemdea/102009/b5b23de498a1c196559b371f8551f2e7.jpg" width="290" height="290" /><br>

 “Mas como Taís é muito cuidadosa com o cabelo, em casa, depois de lavar a cabeça, ela passa um creme hidratante e vem para o Projac gravar. O produto é retirado pelas cabeleireiras”, diz. Para evitar que o megahair estrague, Taís usa uma escova de cabelo especial, feita de cerdas finíssimas, com a espessura de um alfinete. Ela desembaraça os fios até a cola, sem desprende-los. Mas a cada três meses, é preciso repetir todo o processo e recolocar o mega. “O cabelo cresce e cai normalmente. Se não recolocarmos um novo megahair, as falhas aparecem”, diz Nelma.

Fonte: Ego, www.ego.com.br