Atrizes do "Bataclã" posam sensuais e só de lingerie para revista

Atrizes do "Bataclã" posam sensuais e só de lingerie para revista

E por serem lindas, não pensem que qualquer cartada verbal é aceita.

Toda noite elas batem ponto no Bataclã, o bordel de Ilhéus do remake de Gabriela, a nova minissérie da Globo, que estreou no fim de junho. Se você precisava de algum motivo para assistir à minissérie, aqui tem três: Ildi Silva, Bruna Linzmeyer e Emanuelle Araújo. Mulheres de corpo perfeito, sem esforço nascidas para a licenciosidade de Jorge Amado ? e sem a menor encucação em tirar a roupa, conseguimos comprovar in loco, sobre uma cama. Veja mais fotos na edição de agosto da GQ, nas bancas nesta sexta-feira (27).

E por serem lindas, não pensem que qualquer cartada verbal é aceita. Estamos falando de mulheres ?alto nível?, não confundam com as personagens. Milly Lacombe conversou com nossas musas de bordel do mês e tirou que tipo de personalidade você vai encontrar nas meninas. Com Ildi foi assim: ?O cara chegou junto e disse que eu era linda, até aí tudo bem. Mas logo depois começou: ?Eu tenho um carro assim ou assado, uma casa grande, uma casa de campo?? Oi? E eu lá estou interessada? Só se trabalhasse na Receita Federal?. Ela tem ou não tem bom humor?

Emanuelle Araújo distinguiu bem quem é sua personagem, Teodora ? afinal, começou fazendo teatro em Salvador, depois substituiu Ivete Sangalo na banda Eva e estreou na TV em Pé na Jaca. Hoje, só lembramos que ela é a atriz. ?Eram os ?loucos? anos 20. A distinção entre a senhora e a prostituta era enorme. Não havia meio- -termo e essa foi a genialidade de Jorge Amado, ele criou o meio-termo com a Gabriela, a mulher livre?.

Já a catarinense de 19 anos Bruna Linzmeyer ? incrivelmente deslumbrante, de olhos verdes que matam com apenas uma piscada, a boca mais edutora do showbiz brasileiro ? não deixa enganar por sua pouca idade. ?A vida é feita de quem tem coragem. Coragem para passar pelo medo, sentir a sua intuição, ouvir a intuição dos outros, coragem para se arriscar, para ir para onde não se sabe, lidar com as diferenças, como disse Machado de Assis, para entrar e sair das estruturas, como disse Caetano, para amar, sofrer, ué, coragem para viver tudo que tem dentro da vida ? as coisas mais loucas e as mais belas?, diz a Anabela da minissérie.


Atrizes do

Atrizes do

Atrizes do

Atrizes do

Fonte: Globo