Audiência sobre a morte do filho de Cissa Guimarães é adiada

Juiz remarcou a data do processo que apura a morte do filho de Cissa Guimarães

Marcada para a quinta-feira (16), a primeira audiência do processo que apura a morte de Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães que morreu atropelado dentro de um túnel interditado para manutenção, no Rio de Janeiro, não aconteceu.



Devido à ausência do PM Alexandre dos Santos Restorff, que embora tenha sido intimado e não compareceu, a audiência foi adiada para o dia 17 de agosto. Na mesma data, serão ouvidos Rafael Bussamra - motorista que dirigia o carro que atropelou o músico, em 20 de julho do ano passado, no Túnel Acústico, na Zona Sul do Rio - e seu pai, Roberto Martins Bussamra. Na ocasião, o juiz Jorge Luiz Le Cocq D"Oliveira poderá decidir se Rafael será julgado em Júri Popular ou na Vara comum.

De acordo com o advogado assistente do Ministério Público na acusação, Téssio Lins e Silva, a definição depende do caso ser considerado homicídio doloso (com intenção de matar) ou culposo (sem intenção).

Fonte: O Fuxico