Autora de "Ai, Se Eu te Pego" quer colocar silicone com dinheiro de direito autoral

Autora de "Ai, Se Eu te Pego" quer colocar silicone com dinheiro de direito autoral

Sharon Acioly circulou nos bastidores na última noite do Festival de Verão

Nascida no Texas e radicada há 16 anos na Bahia, Sharon Acioly colhe os louros e o dinheiro da fama. A música "Ai, Se Te Pego", sucesso na voz do sertanejo Michel Teló, tem proporcionado momentos de alegria para a autora.

Composta despretensiosamente para animar brincadeiras entre os frequentadores de um espaço de shows de Porto Seguro, a música passou a ser uma fonte de renda que vai ajudá-la na realização de seus sonhos.

Em entrevista nos bastidores do Festival de Verão de Salvador, a "animadora", maneira como se auto-intitula, revela que a primeira coisa que vai fazer com o dinheiro do direito autoral é "comprar peitos novos". E a segunda: "comprar um bumbum novo". Para ela, a máxima "não existe mulher feia, existe mulher pobre" é um fato.

Quando o assunto é arrecadação de direitos autorais, Acioly perde a linha. "Acho falha a arrecadação do Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição). Sempre questionei os pagamentos, mas, no caso desta música, espero que eles tenham muito cuidado", sentencia.

Ela acredita que na arrecadação de direitos autorais de músicas de muito sucesso não há tantas falhas quanto na de músicas de autores menos conhecidos. "Há muitos compositores aqui na Bahia que não veem a cor do dinheiro", desabafa.

Como tudo começou

Pioneira em animação na praia durante o verão, Sharon Acioly disse que em sua adolescência, enquanto suas amigas sonhavam em ser paquitas, ela queria ser a Xuxa. Usava a Rainha do Baixinhos e Luciano Huck como inspiração criando atrações para o público.

Foi dessa maneira que ela criou seu primeiro hit, "Dança do Quadrado", que também foi cantado por alguns cantores de projeção nacional como Claudia Leitte e o grupo de pagode Exaltasamba. Em 2010, a fórmula se repetiu com "Ai, Se Eu Te Pego". "Tudo começou como uma brincadeira de palco que eu jogava uma frase para o público e eles devolviam com outro refrão. Depois a brincadeira evoluiu, fiz a música e mandei estampar umas camisetas. A história foi aumentando", explica.

A primeira versão do hit, escrita em parceria com Antonio Digs, foi denominada como "Assim Você me Mata". O título da música logo mudou para "Ai, Se Eu Te Pego". Foi gravada pelos grupos Cangaia de Jegue e Garota Safada, mas só caiu na boca do povo com a versão sertaneja de Michel Teló.

O sertanejo teve a sacada quando ouviu a música durante uma apresentação de uma banda de forró na cidade de Cruz da Almas, na Bahia. "Ele notou que a música tinha uma pegada sertaneja". Para ela, Michel Teló merece todo este sucesso por ser um "artista nato e não fabricado".

Próximos projetos

Embora esteja adorando dar entrevistas e ser reconhecida nas ruas de Salvador, onde vive atualmente, Acyoli pretende seguir com suas "brincadeiras" e trabalha a "Dança do Tchutchu". "Já tenho a "Dança do Quadrado", "Ai Se Eu Te Pego" e "Dança do Tchutchu", daqui a pouco tenho um CD completo e já posso fazer shows", brinca.

Fonte: UOL