Barraco no acampamento: Índia, Gabriela e Gilson atacam Sandi

Tribo acusa a loira de manipular votos e fazer fofoca

 A conversa que Índia queria ter com todo o grupo para tirar algumas dúvidas sobre as atitudes de Sandi acabou se transformando em uma lavagem de roupa suja. Mais atacada pelos companheiros de acampamento, que a acusaram de manipular o jogo e fazer fofoca, a advogada, porém, preferiu o silêncio.

Com a tribo sentada em roda, Índia começou a conversa: "Eu quero esclarecer o que está acontecendo. A gente chegou a pensar que o Gilson e a Gabi estavam manipulando votos. Eu acho que a Sandi fala mal de um pra mim, depois fala outra coisa, isso me deu uma imagem de manipulação de votos", explicou a lutadora.

Em seguida foi a vez de Gabriela dizer à advogada que ficou muito decepcionada com ela. Sandi teria articulado a saída de Taritza, dizendo que a gaúcha falava mal dos companheiros. "Alguém aqui já ouviu a Tatá falando mal de alguém?", perguntou a psicóloga.

Apenas a advogada respondeu que sim, e que a professora de educação física "cochichava" em particular. "Sandi, você é a que mais fica cochichando", rebateu a mineira. Índia continuou o ataque, e acusou Sandi de ter dito que "Gilson deu um olhar de maldade" para ela, e que o gaúcho teria tentado beijar e passar a mão na carioca. "Se você teve coragem para mentir sobre uma coisa desse nível, tenho medo do que você tem coragem", afirmou.

O bombeiro Gilson se defendeu da suposta acusação da loira: "Eu estou num reality show, se eu fizesse isso com ela, o mais natural seria ela denunciar o que estava acontecendo", afirmou. Ele também esclareceu que está ali representando não apenas a si mesmo, mas "a toda uma corporação", referindo-se ao fato de ser bombeiro militar. Depois, Índia ainda instigou Sandi: "Levanta para se defender!", desafiou a morena. A loira replicou: "Eu não vou me levantar. Se quiser votar em mim, vota. Para mim, já deu!", para a tréplica da lutadora: "Eu vou votar mesmo!", afirmou.

Fonte: Gi