Sensação do momento, banda Batom na Cueca promete show eletrizante no Festão 99. Leia entrevista completa!

Sensação do momento, banda Batom na Cueca promete show eletrizante no Festão 99. Leia entrevista completa!

“A galera pode esperar um show pra cima, com muita energia”, garantiu Mamê

Sensação do momento, a banda Batom na Cueca é uma das atrações do Festão 99.9, que ocorre no dia 28 de agosto, na Arena do Teresina Shopping. O evento marca os vinte anos da Rádio Meio Norte FM e presenteia o público com um grande show que traz ainda a banda Jota Quest e a dupla Vitor e Léo. E se você acha que é o bastante, o forró Amor Real completa a noite de muitas emoções. Mais informações dessa grande festa da rádio Meio Norte no endereço www.festao99.com.br.

Reconhecida pelo repertório contagiante, a banda Batom na Cueca passa a fazer parte da nova geração do axé music. Sempre inovando, ela traz no ritmo moderno e na batida diferente um estilo que vem conquistando fãs por onde passa. No sudeste, bem como em outros estados, ela já tem um público cativo e vem se apresentando no circuito universitário e nas principais micaretas, mostrando que gingado não é coisa só de baiano.

Com um espaço conquistado na música brasileira por levar irreverência e alto-astral por onde passa, Batom na Cueca foi o primeiro grupo de axé music, formado fora do mercado baiano, a puxar um bloco oficial no Circuito Barra/ Ondina.

Os músicos Mamê, Maroca, Adib e Darlan, da banda Batom na Cueca, balançaram as cidades ao som do axé e mostram que dominam e bem o ritmo. Em entrevista ao Jornal Meio Norte, o vocalista Mamê fala sobre a trajetória da banda, os desafios e a busca pelo sucesso, que na opinião dele, não pode parar de trabalhar nunca. É preciso sempre investirem em músicas e shows.



Jornal Meio Norte - São 13 anos de estrada e muita história para contar. Como todo começo foi difícil para vocês também conquistar espaço no mercado da música?

Mamê - Foi muito difícil e continua sendo até hoje, apesar de já termos nosso espaço no cenário musical. O segredo é superar os desafios com muito trabalho e alto astral. Por exemplo, amamos o Nordeste e temos a certeza de que será mais uma meta que alcançaremos.

JMN: Quais as maiores dificuldades enfrentadas?

Mamê - As dificuldades sempre existem, o que era difícil antes, hoje não é mais. E, o que é difícil hoje, amanhã também não será. O importante é sempre estarmos cientes do que estamos fazendo, trabalhar sério e levar nossa alegria para o povo brasileiro. Com isso, as portas vão se abrindo e as dificuldades sumindo.



JMN - Como um grupo de Brasília conseguiu conquistar espaço num meio dominado, em parte, pelos baianos?

Mamê - Tudo que conquistamos é fruto de muito esforço e muita persistência, pois nunca desistimos de nada. Realmente, no primeiro impacto, soava meio estranho, pois como uma banda vem de uma cidade que é conhecida como a capital do rock faz sucesso com o axé? Coube a nós mostrar, com muita paciência, que não estávamos brincando e que o Batom na Cueca veio para dar sua contribuição no cenário musical do nosso país.

JMN - Qual o segredo desse sucesso?

Mamê - O segredo do nosso trabalho é continuar fazendo muito show sempre. É nunca achar que o sucesso já chegou!

JMN - A banda em algum momento pensou em conquistar um público tão grande. A que se deve essa conquista? As músicas contagiantes? O carinho dispensado ao público ou a seriedade do que fazem?

Mamê - Realmente já tocamos para públicos que nunca pensamos em tocar um dia: mais de 1 milhão de pessoas no carnaval de Salvador, mais de 500 mil pessoas na Avenida Paulista, em São Paulo. Só temos que agradecer muito a Deus, que sempre nos acompanha, e todos os nossos fãs, que a cada dia que passa nos deixam mais felizes.

JMN - Qual a expectativa de vocês para o show no Piauí? Já estiveram em turnê pelo Nordeste?

Mamê - Será nosso primeiro show no estado do Piauí e estamos muito ansiosos para fazer muita FARRA com a galera. Sabemos o quanto é contagiante o público nordestino e vamos com tudo, os foliões não ficarão parados um minuto se quer.

JMN - O que o público daqui pode esperar da banda Batom na Cueca?

Mamê - A galera pode esperar um show pra cima, com muita energia, onde a idéia é fazer todo mundo tirar o pé do chão.

JMN - Como será o show?

Mamê - Levaremos um show eletrizante, com misturas de ritmos: samba, sertanejo e músicas internacionais com o axé music, o que é nossa característica. Iremos apresentar para a galera do Piauí o ARRASTÃO DO BATOM E O CORREDOR DO BATOM, sucesso por todas as micaretas que passamos.

JMN - A que se deve a grande participação de vocês em carnavais fora de época. É uma marca da banda?

Mamê - Por todos os lugares onde passamos, sempre retornamos. Isso é conseqüência de um show que agradou. Batom na Cueca procura apresentar qualidade musical e interatividade com a galera, assim, plantamos e colhemos. Os carnavais fora de época fazem parte da história do Batom. As nossas músicas tem tudo a ver com esse tipo de festa. Agradecemos a oportunidade de estar neste evento maravilhoso.



Fonte: Liliane Pedrosa, Jornal Meio Norte