Boletim médico informa que quadro de Alencar é de "estabilidade"

Boletim médico informa que quadro de Alencar é de "estabilidade"

Ele está na UTI cardiológica e faz sessões de hemodiálise.

Boletim médico divulgado no início da tarde desta segunda (27) pelo hospital Sírio-Libanês informa que o vice-presidente segue realizando sessões de hemodiálise e que tem quadro clínico de "estabilidade". Não há previsão de alta.

O Vice-Presidente da República José Alencar permanece internado na UTI Cardiológica do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, realiza hemodiálise e apresenta estabilidade do seu quadro clínico.

As equipes médicas que o acompanham são coordenadas pelos Profs. Drs. Paulo Hoff, Raul Cutait, Ademar Lopes, Roberto Kalil Filho, Paulo Ayroza Galvão, Yana Novis, David Uip e Miguel Srougi."

A nota é assinada pelo diretor-técnico hospitalar Antonio Carlos Onofre de Lira e pelo gerente de relacionamento médico, Antonio Eduardo Antonietto Júnior.

Posse

O médico Roberto Kalil Filho afirmou nesta segunda que, se a posse de Dilma Rousseff fosse hoje, o vice não teria condições de participar. A presidente eleita será empossada no dia 1º de janeiro, em Brasília.

"Ele não tem de ir. Não posso falar isso oficialmente, mas se fosse hoje, ele não teria condições de ir. Seria muito cedo, prematuro afirmar isso. Ele praticamente só fala sobre isso [cerimônia de posse da Dilma]", disse o médico de José Alencar.

No sábado (25), Roberto Kalil Filho havia dito que a presença do vice-presidente na posse de Dilma dependeria da estabilidade do quadro de saúde de Alencar. ?

Hemorragia

Alencar foi internado na última quarta-feira (22) por causa de uma hemorragia intensa, o que o levou a perder dois litros de sangue. O sangramento foi controlado com medicamentos no início da madrugada de quinta-feira (23).e ele estiver estável, vai à posse por algumas horas e volta."

Assim que chegou ao hospital, o vice-presidente foi levado à sala de cirurgia. A operação foi iniciada, mas os médicos não conseguiram estancar a hemorragia. Por esse motivo, ele foi encaminhado à UTI para receber antibióticos, plasma, plaquetas e transfusão de sangue.

Luta contra o câncer

Alencar luta contra um câncer na região do abdome e já passou por mais de 15 cirurgias. Em julho de 2009, foi submetido a uma operação motivada por uma obstrução intestinal causada por tumores abdominais.

Em setembro deste ano, o vice-presidente foi internado no mesmo hospital em razão de um edema agudo de pulmão. Em julho, por causa de uma crise de hipertensão, ficou hospitalizado e passou por um cateterismo. Em novembro, durante outro período de internação, sofreu um infarto.

Fonte: g1, www.g1.com.br