Cadela prodígio reconhece mais de 340 palavras

Cadela prodígio reconhece mais de 340 palavras

Border Collie austríaca desafia noções dos limites da inteligência canina

Uma cadela que vive na Áustria pode ser o cachorro mais inteligente do mundo, segundo o programa da BBC Horizon.

Conhecida apenas pelo codinome Betsy, a cadela da raça Border Collie tem sete anos e mora nos arredores de Viena. Sua verdadeira identidade é um segredo bem guardado.

A psicóloga Juliane Kaminski, que realizou testes com Betsy, disse que a cadela consegue reconhecer objetos pelo nome, o que é surpreendente.

Com um vocabulário de mais de 340 palavras, Betsy está mudando as noções dos limites da inteligência canina

A dona de Betsy contou que a cadela começou espontaneamente a conectar palavras humanas com objetos quando tinha 4 ou 5 meses.

"Nós estávamos discutindo se devíamos brincar com a corda ou a bola, e Betsy foi buscar os objetos mencionados", disse.

A partir daí, eles começaram a treiná-la em palavras diferentes, um brinquedo por semana.

Criança

A compreensão de vocabulário de Betsy é equivalente a de uma criança de dois anos de idade. Por isso, a cadela foi testada em outros marcos de desenvolvimento humano.

Aos dois anos, crianças começam a entender o uso de símbolos físicos, como maquetes de objetos maiores.

Parece fácil, mas essa tarefa requer pensamento abstrato que vai além da capacidade de quase todos os animais.

Surpreendentemente, Betsy conseguiu cumprir a mesma tarefa, que nunca havia treinado antes com seus donos.

A cadela também conseguiu ir buscar um objeto que foi mostrado a ela em uma foto.

Fonte: Globo, www.globo.com