Caio Castro dispara: "Antes fama de pegador que veado"

Caio Castro dispara: "Antes fama de pegador que veado"

Sobre vaidade, Caio diz que não quer ser visto como galã para sempre.

Força para lutar, fé para vencer. A tatuagem nas costas, uma das sete que possui, mostra que nada parece ser impossível para Caio Castro. Aos 22 anos, o paulista conseguiu o que muito ator com mais currículo ainda corre atrás: é dono de um papel de grande destaque na novela das 9 da TV Globo, "Fina Estampa", em que vive o estudante de medicina Antenor. O sucesso veio rápido.

Depois da estreia em "Malhação", em 2008, trama em que entrou após um concurso no "Caldeirão do Huck" e na qual ficou por três temporadas, ele foi escalado para viver o sedutor Edgar de "Ti-ti-ti" (2010). Uma trajetória surpreendente até para Caio. ?Quando fiz Malhação, minha ideia, na verdade, era fazer o programa que eu via, mostrar para meus amigos, tirar uma onda?, confessa.

Esse jeito tranquilo deixa os pais do rapaz, o comerciante Vítor e a secretária Sandra, um tanto inquietos. É que, apesar de já ter casa própria e já ter proposto sustentar os pais e pedido para que ambos parassem de trabalhar, Caio não se preocupa muito com o futuro. ?Não me ligo muito no que vai ser o amanhã. Faço um pé de meia, mas o amanhã vai estar melhor e sempre vai melhorar?, diz, confiante. Mas tanta calma não é sinônimo de irresponsabilidade. O ator leva a sério a profissão e sabe o peso que é contracenar com nomes como Lilia Cabral, a intérprete de Griselda, a mãe rejeitada por Antenor na trama de Aguinaldo Silva. Em comum com o personagem, pelo qual já foi repreendido nas ruas, pouca coisa. ?Ele é egoísta e só enxerga a si mesmo. Coisa que eu não sou?, avisa.

Sobre vaidade, Caio diz que não quer ser visto como galã para sempre. "Faço o mínimo. Depois que comecei a trabalhar, passei a ter um pouco mais de cuidado com a alimentação, com a pele. Passo ácido, limpeza todo dia, uso protetor solar. Não gosto muito de malhar, faço por estética e para manter o peso", contou. "Acho que ajuda, mas não é a minha ideia ser bonitinho, galãzinho fofinho para sempre. Antenor foi uma chance de mudar esse quadro. Não quero ficar estereotipado. Sou ator, sacou"

No dia a dia, Caio gosta de acordar tarde e viajar, uma de suas paixões. Outra é Enzo, de 4 anos, seu meio-irmão por parte de pai, que o chama de Cacá. ?Ele ainda não entende muito, mas me vê na TV e fala meu nome?, diz. O sorriso se retrai um pouco quando o assunto é sua vida amorosa. Caio tem fama de pegador e, embora não queira falar sobre o assunto, ultimamente tem sido visto com a atriz Monique Afradique. ?Não acho que sou pegador. Mas vou te falar uma parada também, se você não tem fama de pegador e é solteiro, fica com fama de veado. Então, antes pegador que veado, né? Falam tanto, o povo é muito curioso", diz.

Fonte: Quem