Bambam fala sobre mulheres: "Já peguei umas 45, 50 capas de revistas"

Bambam fala sobre mulheres: "Já peguei umas 45, 50 capas de revistas"

Bambam ainda fica surpreso com as demonstrações de carinho que as pessoas têm por Maria Eugênia

Com o fim de mais uma edição do "Big Brother Brasil" se aproximando, é inevitável lembrar quem já saiu na casa milionário. E Kléber Bambam foi o primeiro deles, talvez o mais marcante, numa época em que não se saía milionário do programa, já que o prêmio era de R$ 500 mil. Doze anos depois e com mais uma passagem no programa no currículo (ele entrou no "BBB 13", mas pediu para sair), Kléber Bambam está bem de vida. Ele e Maria Eugênia, a "boneca" criada por ele dentro do programa e que muitos julgam ser a responsável por sua vitória. E, atenção, ela é tratada como se fosse uma pessoa de verdade. E mais, é a lembrança mais forte que o ex-BBB tem da fase que marcou a mudança em sua vida. ?Foi a Maria Eugênia que deu o ?start? de tudo. Foi na final do ?BBB?, quando eu chorei e me comovi com ela, que o Brasil me acolheu?, conta ele em entrevista exclusiva em seu apartamento duplex em um bairro nobre de São Paulo.

Bambam ainda fica surpreso com as demonstrações de carinho que as pessoas têm por Maria Eugênia e acredita que é querido até hoje por conta de seu carisma e jeito sincero. ?Eu costumo dizer que eu sou o povo na televisão. Por mais que agora eu esteja em uma condição financeira boa, eu continuo simples, sendo eu mesmo, tanto que a boneca está comigo até hoje. E é engraçado que todo mundo lembra dela, fala dela, ficou uma marca muito forte?, comemora.

Maria Eugênia continua igualzinha a quando foi feita. "Só o ?chapéu? que caiu", garante o ex-BBB. Porém, ele pensa em dar uma repaginada na amiga. ?Tem que arrumar, ela vai ficando velhinha, né (risos)? Mas eu falei com ela essa semana e ela quer entrar na onda da ostentação, colocar um reloginho de ouro, um colar?, brinca Bambam, que leva a boneca até para passear. ?Ela já fez uns dez voos já. Uma vez colocaram ela no meio do avião, usando uma poltrona?, lembra.

De vendedor de coco a milionário

Quando ganhou o ?BBB 1?, Bambam embolsou R$ 500 mil. O que já era muito dinheiro na época, hoje virou uma fortuna. Ele fala que quintuplicou o prêmio. ?Fiz até mais. Porque eu mexo com imóveis, compro, alugo, tenho loteamento de condomínio. E o ramo de imóveis deu um ?boom? há uns três anos, cresceu muito e valorizou meu dinheiro?, esclarece.

O ex-BBB ainda lucra fazendo presenças VIP e trabalhando como DJ Brasil afora. Ele não esconde que vive como se estivesse de férias. ?O trabalho que eu tenho hoje como DJ é uma curtição, levo alegria para as pessoas. A vida é uma festa, a gente que faz obstáculo. As pessoas estão desanimadas, mas não pode, eu sou um exemplo disso: sou do povo e de um dia para o outro fiquei rico. Quando a gente vê uma oportunidade, tem que abraçar?, ensina.

Apesar do luxo, Bambam deixa claro que segue humilde. ?Tinha uma vida modesta, morei em Porto Seguro, fui dançarino, vendedor de coco. Já viajei de caminhão por três dias para pegar coco para vender. Sofri muito pra chegar onde estou. Mas o cara pode ser milionário e a humildade continua. Muda visualmente, mas a personalidade não. A humildade vem da essência?, filosofa.

?Peguei umas 45, 50 capas de revistas?

Além do dinheiro, o ?BBB? trouxe muitas mulheres para Bambam. ?Mas nesse negócio de mulher eu sempre me dei bem. Não tenho do que reclamar?, pondera ele, que já perdeu as contas com quantas famosas já se envolveu. ?Já "peguei" muitas, está beirando umas 45, 50 capas (de revistas) aí. Mas eu costumo dizer que eu não falo isso para me gabar, caso contrário usaria o nome delas. Eu falo só pra dizer para umas aí que são meio ?estrelinhas? pra dar uma segurada, porque não é bem assim?, declara, sem revelar nomes.

O último namoro sério que o Bambam teve foi com a também ex-BBB Joseane Oliveira, com quem ficou por quatro meses. ?Essa vida que eu tenho é difícil namorar, porque eu viajo muito. E tem as paquerinhas que a gente beija de vez em quando, ser solteiro é bom, né??, brinca ele, que tem 36 anos e se acha novo ainda para casar e ter filhos.

Fonte: EGO