Portal meionorte.com BETA

PUBLICIDADE
ESCONDER
••• atualizado em 20 de Agosto de 2012 às 14:40

Elton John teme que filho sofra com homofobia por ter dois pais

PUBLICADO POR

Samara Costa


Repórter


Cantor Elton John teme que filho sofra com homofobia por ter dois pais

O astro pop Elton John acredita que a infância do seu filho, Zachary, será "muito difícil", tendo que enfrentar a homofobia e o impacto da fama de seu pai, afirmou o cantor em entrevista que será publicada nesta terça-feira (21).

Em 25 de dezembro de 2010, o astro britânico de 65 anos e seu companheiro civil, David Furnish, 49, se tornaram pais de um menino concebido com o óvulo de uma doadora e gerado no ventre de uma mãe de aluguel.

Mas o cantor e compositor disse que está se preparando para o que seria uma fase difícil durante o crescimento de seu filho, agora com um ano. "Na escola as outras crianças dirão: "Você não tem uma mãe"", afirmou John. "Percorremos um longo caminho, mas ainda existe homofobia e haverá até que a próxima geração de pais trabalhe isso com seus filhos", acrescentou.

No dia-a-dia, John conta que, por enquanto, a relação com dois pais "é natural para ele". "Ele me chama "papai" e a David, "paizinho"", comentou. Sobre a relação da criança com a fama, John afirma que "quando descobrir, ele vai olhar para mim como se eu fosse maluco. Ser filho de alguém famoso é como estar numa prisão. Será muito difícil", explicou.

Dentro da formação do pequeno Zachary, o cantor pop diz querer que "a música seja grande parte da vida dele. Eu o coloco no colo e ele não esmurra o piano", contou. "Ele tenta me imitar, mas ainda não está totalmente formado para compreender o que eu faço, graças a Deus", continuou.

Apesar de ainda ser um bebê, Zachary já ouve compositores clássicos como Chopin, Mozart e Beethoven desde muito cedo, mas John afirmou que seu filho demonstrou mais interesse em futebol e culinária. "Eu não pressiono Zachary a fazer nada. Até agora, ele simplesmente adora chutar a bola e ver as pessoas cozinharem", contou.

Na entrevista, John também elogiou Madonna, apesar de recentemente ter posto lenha na fogueira da eterna disputa com a cantora americana, durante entrevista à TV australiana, na qual ele disse que ela parecia uma "stripper de feira" cuja carreira chegou ao fim. "Madonna pegou a indústria pelo pescoço, criou oportunidades para outras mulheres, como (Lady) Gaga e Katy Perry", disse à Radio Times.

Sobre sua própria carreira, afirmou: "Eu me aposentaria se sentisse que a voz foi embora, mas aos 65 está cada dia melhor e estou no ponto alto da minha vida". Elton John vendeu mais de 250 milhões de cópias em 40 anos de carreira e ingressou no Hall da Fama do Rock and Roll em 1994.

COMUNICAR ERRO

Comunique à Redação erros de português, informação ou técnicos encontrados nesta página:

  • Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente ao Portal Meio Norte
178311,noticias

Manchetes em destaque

ver todas as manchetes
Exibir em:

AKICOMPRO

Redes Sociais

  • Google +1
  • Twitter
  • Instagram
  • Facebook