Celular de madeira vira realidade em edição limitada

Aparelho não será decorado com nenhuma cor ou tinta artificial para não perder o cheiro de madeira.

Em outubro de 2009, a Sharp (em parceria com a Olympus) mostrou um celular conceito feito de madeira, o Touch Wood. Em princípio ninguém achou que o projeto sairia do papel, isso até a operadora NTT Docomo anunciar que 15 mil unidades do aparelho passarão a ser vendidas a partir de fevereiro (ou março) do próximo ano.

Feito de madeira cipreste, cada aparelho possuirá cores e formatos diferentes ¿ afinal, a madeira oferece certas restrições quando comparada ao material usado em modelos convencionais. Além disso, nenhuma cor artificial ou tinta será utilizada para enfeitar os aparelhos, pois assim o cheiro de madeira não se perde.

A tela do Touch Wood será sensível ao toque, medirá 3,4 polegadas e apresentará resolução de 854x480 pixels. Ele conta com entrada para cartão de expansão microSDHC, usa padrão GSM de telefonia e é capaz de realizar conexões 3G wireless com rádios. O aparelho também possui câmera com resolução de 5 megapixels e flash de LED.

Ele também conta com conectividade FOMA de alta velocidade e GPS com suporte a A-GPS. Apesar de o peso do aparelho ser de apenas 130 gramas, sua produção será limitada a 15 mil unidades para que não haja um grande impacto com a extração das árvores usadas em sua fabricação.



Aparelho não será decorado com nenhuma cor ou tinta artificial para não perder o cheiro de madeira

Fonte: Terra