Christina Rocha: "Podem me chamar de briguenta. Nunca de falsa"

Apresentadora do Casos de Família, do SBT, diz ser ela mesma no palco

Há dois anos no comando do programa Casos de Família, do SBT, Christina Rocha acompanhou de perto histórias dramáticas que costuma mexer com seus ânimos. Dona de uma personalidade forte e língua afiada, ela conta que não consegue se controlar diante de injustiças e pessoas agressivas. Muitas vezes, no palco, explode e diz o que vem à cabeça. Postura que poderia ter lhe rendido agressões.



Porém, ao longo desse período, a jornalista diz ter enfrentado apenas um momento bastante delicado: ?Quando um cara assumiu que batia mesmo na mulher eu o expulsei do palco. Ele me ameaçou... Acho que a mulher dele deve ter apanhado muito depois?, conta.

Christina ? que ainda é lembrada nas ruas por sua performance no programa Alô Christina (1997/1998), também do SBT ? se orgulha desse momento profissional e diz que, pela primeira vez na carreira, pôde ser verdadeira no palco. ?"Podem não gostar de mim, me chamar de briguenta. Nunca me acusar de fazer um personagem, de ser falsa. Isso eu não sou! No Casos de Família estou ali inteira, presto atenção nos casos, me envolvo, falo o que penso, sem medo do que vão dizer de mim.?

Opinar na vida alheia, aliás, é uma característica que a acompanha desde a adolescência.

?Sou muito verdadeira e isso sempre fez com que minhas amigas pedissem minha opinião em tudo. Sempre aconselhei, provoquei reflexões... Não me acho uma mulher forte e sim otimista que aposta na coragem para dar a volta por cima.?

Fonte: O Fuxico