Contratação de Luiz Bacci é espécie de troco da Band no SBT e na Record

"Menino de Ouro" pode ser substituto de Datena

A notícia da semana foi a contratação de Luiz Bacci pela Band. A emissora do Morumbi fez o "Menino de Ouro" rescindir seu contrato de três anos e meio com o canal da Barra Funda e se propôs a pagar a multa de R$ 3,5 milhões apenas por vingança.


Contrata鈬o de Luiz Bacci  esp馗ie de troco da Band no SBT e na Record

Segundo a entrevista que o jornalista deu ao "Pânico", no último domingo (26), o convite para trocar de emissora surgiu após Silvio Santos demonstrar interesse em seu passe.

A alta cúpula da empresa de Jhonny Saad até hoje não engoliu o fato de ter perdido duas de suas maiores estrelas no final de 2013: Sabrina Sato para a Record e Danilo Gentili pelo SBT.

Desde então, dirigentes da Band se esforçavam para tentar tirar alguém do elenco das concorrentes. Antes de fechar com Bacci, representantes do canal sondaram a "Legendária" Juju Salimeni para voltar ao "Pânico"; o autor de "Pecado Mortal", Carlos Lombardi, para reativar o setor de teledramaturgia e Edu Guedes para comandar o reality "Top Chef". Todos contratados da Record.

No começo de maio, a emissora quase tirou Rachel Sheherazade da bancada do "SBT Brasil" ao saber da insatisfação da jornalista pela "mordaça" que a direção lhe colocou. Esperto, Silvio Santos conseguiu reverter a situação.

O problema é que, na intenção de tirar um nome de peso, a Band comprou uma promessa. Bacci tem talento, mas ainda não havia se consolidado como apresentador. Estava há apenas três meses à frente da edição paulista do "Balanço Geral".

É preciso ressaltar que o sucesso da produção está mais relacionado ao seu formato do que ao anfitrião. Quando o jornalista assumiu a vaga de Geraldo Luís na atração, o policialesco já tinha seu público cativo. E a audiência ascendente do projeto tem mais a ver com a crise que afeta o "Vídeo Show" do que com a mudança no comando do programa.

No Morumbi, Bacci dificilmente alcançará os dois dígitos de audiência. Terá muita sorte se conseguir metade dos 10 pontos que marcava na Barra Funda. Os bispos sabem disso. Por isso, não se mexeram para segurar o funcionário.

Por outro lado, a visibilidade pode ser um pouco maior visto que ele comandará dois programas de auditório - um semanal e outro diário - em rede nacional. A proposta financeira também era boa. Especula-se que o pupilo de Marcelo Rezende ganhará cerca de R$ 380 mil mensais.

Acredita-se ainda que o jornalista possa vir a suceder José Luiz Datena no comando do "Brasil Urgente". Não é de hoje que o veterano promete abandonar a estressante rotina de comandar o policialesco. A Band precisa de alguém com experiência no ramo e capaz de segurar a audiência do polêmico apresentador. Bacci reúne esses dois requisitos.

A pergunta que fica é: o acerto com "Menino de Ouro" fecha as portas do canal para Gugu Liberato? Colocando na ponta do lápis, sim.

A direção pretendia alocar o loiro no começo do domingo à noite para turbinar o "Pânico" ou lhe entregar a faixa de segunda à sexta no horário nobre para recuperar o Ibope perdido com o espaço comprado pela Igreja de R.R. Soares. Ambos oferecidos ao novo contratado.

Sem falar que a direção ofereceu tudo que podia no quesito financeiro a Bacci. Para quem não lembra, esse era o salário da contraproposta feita pelo Morumbi para segurar Sabrina. E Gugu é um dos artistas mais caros da TV brasileira. Tinha um salário de cerca de R$ 3,5 milhões na Record.

Só que o veterano é o novo sonho de consumo de Silvio Santos. Resta saber se a Band terá força para concretizar sua vingança contra o SBT melando o retorno do apresentador ao Anhanguera para, aí sim, poder rir por último.

Fonte: msn