Cumpadre anuncia a volta do ""É o Tchan""

A iniciativa partiu do produtor do grupo Milton Menezes há um ano

Quem não se lembra dos versos de ?Segura o Tchan, amarra o Tchan, segura o tchan, tchan, tchan, tchan, tchan!.?? Se essa simples leitura trouxe a sua memória lembranças como as dos concursos que elegiam as loiras e as morenas do É o Tchan, coreografias rebolativas e o sucesso estrondoso do grupo que bombou na década de 90, pode comemorar! O É o Tchan voltou!

A iniciativa partiu do produtor do grupo Milton Menezes há um ano. Mas só tocou o coração de Cumpadre Washington em março desse ano, quando ele se apresentou com um amigo no carnaval fora de época do Paraguai, cantando as músicas que fizeram sucesso em sua voz quando era vocalista do grupo baiano.

Beto Jamaica e Jacaré vão voltar

?Cara, era impressionante. Eram 12 mil pessoas cantando todas as músicas do começo ao fim. Vi que o É o Tchan respirava mesmo sem aparelhos?, contou ele, que a partir daquele dia passou a dar ouvidos ao antigo produtor e também à saudadezinha que volta e meia batia.

O próximo passo foi contactar Beto Jamaica, o antigo parceiro de vocais, com quem volta e meia conversava sobre a ideia. Beto aceitou de imediato e agora só aguarda finalizar algumas apresentações que fazia ao lado de Reinaldo - ex-Terra Samba - para voltar a entoar o verso de ?Desce ordinária!?. O retorno da parceria joga por terra também as desavenças do passado. ?A gente até teve desavença, sim, no passado. Mas por besteira, criancice. Hoje sou um cara de 48 anos, pai de nove filhos, avô de dois netos. Sou mais centrado?, diz ele que adianta também a entrada de Jacaré nesse renascimento que, ele garante, vai seguir a mesma musicalidade do início da carreira. No melhor estilo pagode baiano.

Nova formação terá seis dançarinas

?A ideia é voltar com o mesmo suingue, mas com novidades. Uma delas será a presença de seis dançarinas que vão ajudar a segurar o ?tchan? com a gente?, contou Washington que participou da seleção de algumas delas na terça-feira, 25, em uma academia no Rio.

Outra quase veterana que já embarcou neste retorno foi Juliane Almeida, a última morena do ?Tchan?. Ela está de novo na ativa e agora também ajuda a escolher suas companheiras de palco. Foi ela a responsável por divulgar a seleção ? que dessa vez foi feita sem concurso, só no boca a boca -, e também por coreografar as novas danças do grupo.

?Milton disse que não queria perder tempo com concurso e tendo que avaliar gente que não fosse da dança. Daí, comecei a falar com bailarinas e a divulgar no Orkut e no Facebook. Estamos selecionando só gente do Rio de Janeiro para todo mundo ficar próximo e poder ensaiar bastante?, diz ela garantindo que o tamanho do bumbum ainda é um fator importante na hora da seleção.

?Tem que ser bonita, dançar bem e ter um ?tchan?, né? Não pode ser muito magrinha, não?, diz Juliane que é dona de um bumbum de 102cm.



Fonte: Ego, www.ego.com.br