Dança e teatro no Projeto Enquanto o Ônibus Não Vem

O Balé da Cidade de Teresina e o Grupo Sinos de Teatro são as atrações

O projeto Enquanto o ônibus não vem retorna à ativa nesta sexta-feira (03), às 17h, no Teatro de Arena. Quando os trabalhadores teresinenses do centro da cidade estão encerrando o turno e vão ao ponto de ônibus da Praça da Bandeira, muitas vezes no mais alto nível de estresse, podem assistir a peças de teatro gratuitas, relaxando antes de voltar para casa.

E para retomar as atividades do projeto, os encarregados de entreter o público são o Balé da Cidade de Teresina, com a coreografia ?Nar Brenha?, e o Grupo Sinos de Teatro com "Dona Flor e Seu Único Futuro Marido.

O Grupo Sinos de Teatro (Timon ? MA) leva a peça que conta a história de Dona Flor, uma solteirona que deseja muito se casar e passa o dia sonhando com seu príncipe encantado. Porém, o único pretendente que lhe aparece depois de vários anos é o pobre Caburé, um senhor de idade que nunca desiste de pedir a mão de Dona Flor em casório. Mas, ela não dá o braço a torcer e apronta poucas e boas com ele. O texto é inspirado na obra de Jorge Amado, ?Dona Flor e seus dois maridos?. O Grupo já atua há mais de três anos na área de Teatro de Rua.

?Nar Brenha? é uma coreografia criada por José Nascimento, que já teve várias de suas criações selecionadas em edições do Festival de Dança de Teresina, e se apresentaram no Passo de Arte, em São Paulo. Esta dança aborda a pluralidade cultural nordestina, em especial, o cotidiano das pessoas do extremo interior, o modo de vida peculiar da população habitante ?das brenhas?, comunidades com uma natureza cultural peculiar em todos os seus costumes: posturas corporais, linguagem, religiosidade, culinária, dentre outras. O contraste com o mundo urbano contemporâneo torna ainda mais significativo um dia de vida ?nar brenha?, que acaba por se tornar, para estes dançarinos, uma vida de ensinamentos e aprendizagem.

Fonte: FCMC