Dodi vai ser assassinado a tiros por Flora

Depois de tanta maldade, o malandro não vai escapar da morte

Em seis meses, Dodi (Murilo Benício) aprontou de tudo em A Favorita: armou para cima de Gonçalo (Mauro Mendonça); planejou com Flora (Patrícia Pillar) o assassinato de Salvatore (Walmor Chagas); raptou Maíra (Juliana Paes) e a jogou nas garras da vilã e ainda matará Vilma, a cadela de Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia), em cena que vai ao ar nesta sexta-feira.

Depois de tanta maldade, o malandro não vai escapar da morte. Seu assassinato - previsto na sinopse do autor João Emanuel Carneiro para o capítulo 140 - agora acontecerá na reta final da novela, que termina daqui a pouco mais de um mês.

A responsável, apesar de o autor não confirmar, deve ser a arquivilã Flora (Patrícia Pillar). Sangue ruim tanto quanto a amante - que já até tentou mandá-lo pelos ares numa explosão -, Dodi vai tentar trair sua comparsa. Em troca de US$ 5 milhões, o vilão entregará a Gonçalo o DVD com as imagens que mostra Flora atirando em Salvatore. Como a perversa não costuma perdoar quem sai da linha, Flora pode fazer com que Dodi pague a traição com a vida.

No entanto, nesse tempo, Dodi colecionou dezenas de desafetos e a autoria do crime pode ser colocada em xeque. É que logo após a morte de Gonçalo por infarto - causada por Flora - Norton (Alexandre Schumacher) conta que antes de morrer o empresário sacou uma quantia alta do banco.

No dia seguinte, a foto de Dodi é estampada nos jornais como suspeito número um do "crime". Sem saída, o malandro foge para uma comunidade porque acredita estar sendo procurado pela polícia e pede ajuda a seu pai, Sabiá (Lúcio Mauro) para sumir do País. Enquanto está planejando a fuga com Manu (Emanuelle Araújo), o vilão decide passar sua namorada para trás.

"Manu gosta do Dodi. Mas, quando vê que o lance está sério, se preocupa com ele. Sem dúvida, no fundo, a Manu só quer se dar bem e, se com a morte do Dodi, ela se der bem, esse abalo pela perda dele passa rápido", diverte-se Emanuelle.

O desfecho do vilão pegou o elenco de surpresa. "Não queria que isso acontecesse. Morrer é muito fácil, ele vai ficar impune, só vai pagar do outro lado. Essa quadrilha toda tinha que ir para a cadeia", opina Elizângela, a Cilene da novela. Ary Fontoura, o Silveirinha, também quer ver Dodi vivo.

"Às vezes, matar não é bom. É melhor que ele fique vivo para pagar pelo o que fez. Essa morte é surpreendente. Gostaria de saber mais detalhes, mas nós, atores, envolvidos na produção, sempre sabemos depois da imprensa", reclama.

Para Lúcio Mauro, pai do vilão em A Favorita, ainda vão acontecer muitas mortes. "Todos os ruins têm que pagar. Até eu, que sou um ingênuo, mas sou bandido, mereço", brinca o intérprete de Sabiá. "A saída do galã enfraquece o meu personagem. Quem sabe não morro também? Vou sentir saudade, mais ainda do amigo que é o Murilo", completa Lúcio Mauro.

Vilão tenta fugir para Miami

É no capítulo do dia 17 que Dodi começa a planejar sua fuga, com ajuda do pai, após a morte de Gonçalo. Ao avistar o irmão na comunidade em que estão morando, Fafá (Claudia Missura) reclama: "Tua cara está em todos os jornais por causa da morte do grã-fino. Se alguém souber que você é nosso parente, estamos ferrado. Papai aqui é santo".

"Vim justamente trazer o meu dízimo para o santo, mas quero a salvação divina", rebate Dodi, tirando um maço de dinheiro do bolso. "Sem rodeios, papai. Precisamos rapá fora. Sair do País, Manu e eu. E sei que você tem o esquema, não tem?"

Fafá tenta fazer o pai desistir da idéia alegando ser roubada, mas Dodi esbraveja: "Cala a boca, Fafá. Roubada por quê? Vocês vão levar uma nota preta para ajudar a gente. Roubada é ficar em favela, tá doida?"

Depois de convencer a família, o vilão planeja com o pai trair Manu (Emanuelle Araújo). Inicialmente os dois fugiriam juntos para Santa Cruz de La Sierra e depois para Miami. "Papai, um terço da parte da Manu para você me ajudar a me livrar dela. O que você me diz? É quase uma milha na sua mão?", oferece Dodi, na maldade.

Sabiá topa e, em seguida, na ausência do filho, recebe a mesma proposta de Manu. Nas cenas cômicas, Manu repete as mesmas palavras de Dodi e Sabiá também faz acordo com ela.

No capítulo do dia 19, Dodi e Manu, separadamente, querem saber se está tudo certo com a armação. Esperto, Sabiá diz que sim para os dois. Fafá recrimina a atitude do pai, que responde com otimismo: "Sabe qual é o teu mal, Fafá? Tu és muito negativa. Não pode ser assim, não. O sucesso não gosta de gente negativa.

Fonte: Terra, www.terra.com.br