Hoje é dia de cair no samba-rock, é noite de Sambô e Banda 5% no Palácio San Michel

Hoje é dia de cair no samba-rock, é noite de Sambô e Banda 5% no Palácio San Michel

“Sambô no San Michel” terá decoração temática sobre o samba carioca.

Hoje é dia de cair no samba-rock no melhor ambiente de Teresina na balada ?Sambô no San Michel? com a banda Sambô, sucesso garantido entre o público teresinense e Banda 5%, que traz direto da Bahia uma releitura dos clássicos do axé com o show ?Axé na Mesa?. Vale ressaltar que a festa terá decoração especial inspirada na boemia do samba carioca.


É noite de Sambô no San Michel

Uma roda de amigos, todos músicos profissionais e com a mesma intenção: tocar um samba de primeira, em volta de uma mesa, batendo papo. Assim nasceu o Sambô. Uma mistura de muita experiência profissional e de muita vontade de se divertir. Mas essa mistura não parou por aí.

Aproveitando o conhecimento em outros ritmos, principalmente o rock e o pop, e as características diferentes de cada um do grupo, surgiu o que o Sambô chama de ?rock-samba?.

Músicas como ?Mercedes-Benz? da Janis Joplin, ?Rock?n-Roll? do Led Zeppelin ou ?I feel good? de James Brown, são cantado por Daniel San (voz e pandeiro) com sua voz característica de rock e acompanhadas por cavaquinho, tan-tan, rebolo... instrumentos típicos de uma verdadeira roda de samba.

O Sambô ainda conta com Sudu Lisi na bateria, Ricardo Gama no teclado, Júlio Fejuca no cavaquinho, guitarra e banjo, Max Leandro no surdo e rebolo e a alegria e o swing de Zé da Paz no pandeiro.

A banda é considerada uma das maiores revelações da música brasileira dos últimos tempos presente nas melhores casas de show do país adaptando para o mais tradicional ritmo brasileiro clássicos do rock com uma batida contagiante.

Os músicos Topera (voz e guitarra), Nau (baixo), Pedrinho (teclado), Bruninho (percussão) e Shanon (bateria) estão juntos há cinco anos, dando cada vez mais solidez à Banda 5%.

A sonoridade da música, o formato dos shows e o repertório das apresentações garantem à Banda um diferencial no cenário musical baiano.

Animação, alegria e, é claro, boa música são os critérios utilizados pelo grupo em tudo o que fazem. O resultado disso é o retorno positivo do seu público, que a cada dia é maior.

Espaço retrata boêmia do samba carioca

O Palácio San Michel será adaptado para receber essa balada tão especial. Serão colocados 10 acessos a fim de organizar a entrada do público que visualizará dois palcos.

A principal atração da noite, a banda Sambô, tocará em um palco redondo, com 10 metros de diâmetros e com piso iluminado. O palco 2, que será ocupado pela banda 5% terá 12 metros de extensão e um metro e meio de altura e terá como plano de fundo uma pintura do Cristo Redentor.









?Os palcos foram planejados de forma especial para que o público interaja diretamente com as bandas, além de serem caracterizados com uma estrutura que retrata a boêmia do samba carioca?, destacou o arquiteto do evento, Robert Freitas.

O público poderá escolher em adquirir ingressos que dão acesso à pista, ou se preferir, pode adquirir a área vip. A pista contará com 20 metros de balcões, 24 banheiros químicos, palmeiras decorativas e pufes colocados entre a ?espera do banheiro? e lounge coberto.

A área vip ou ?front? contará com quadro decorativo de boas vindas, paredes pintadas com a textura da calçada da praia de Copacabana e postes luminosos semelhantes ao do local, 60 mesas altas com 2 banquetas a serem distribuídas pelo espaço em questão, bancadas quadriculadas fechando o bar central com um comprimento linear de 16 metros e pufes espalhados ao longo da área e uma visão privilegiada do palco. Garantia de interação total com as bandas Sambô e 5 %.

Adquira seu ingresso no site www.ingressosky.com.br, na Banca do Zezinho e na sede da Kalor Produções, no shopping Riverside.

A banda sambô já chegou em Teresina. Confira foto da chegada:


É noite de Sambô no San Michel

Crédito foto: Malcon Antônio

Fonte: Jornal Meio Norte