Elogiado pela mulher, goleiro é desafiado a fazer um filme pornô

Elogiado pela mulher, goleiro é desafiado a fazer um filme pornô

Seredova posa com Buffon; checa provocou Rocco Siffredi ao elogiar desempenho do marido

Um dos goleiros mais conceituados do mundo, Gianluigi Buffon, 34 anos, já tem uma proposta de emprego para quando encerrar a carreira. Após receber elogios públicos de sua mulher pelo desempenho mostrado na cama, o italiano foi desafiado pelo ator pornô Rocco Siffredi. Este convidou o atleta da Juventus a participar de filmes do gênero depois que largar o futebol.

Toda a história começou com uma entrevista concedida na semana passada por Alena Seredova, 33 anos, modelo checa que é casada com Buffon. À revista feminina italiana Verissimo, ela disse que o marido é "melhor na cama que Rocco Siffredi".

Principal jornal esportivo de Turim, o Tuttosport rapidamente procurou o famoso ator pornô para comentar as declarações. Tranquilo, Rocco não se mostrou ofendido, embora tenha feito questão de ressaltar que jamais fez sexo com Seredova para que ela possa comparar. De qualquer forma, ele apontou que Buffon "pode até ser melhor", mas mostrou duvidar que o seja "em frente às câmeras".

Rocco ressaltou que "ninguém" pode superar seu desempenho fazendo sexo diante das câmeras, "onde tudo é colocado em jogo", porque nesse momento "é necessário esquecer tudo e se concentrar somente no trabalho".

Apontando que nesse sentido Buffon é "somente um garotinho" perto de seu talento, o ator pornô fez uma proposta ao goleiro. Rocco disse que precisa de "homens de verdade" para os filmes e assim convidou o atleta, campeão da Copa do Mundo de 2006 com a seleção italiana, a trabalhar no ramo pornô quando deixar os gramados.

O italiano Rocco Siffredi, 47 anos, já foi modelo e começou a carreira como ator pornô em 1984. Atualmente, ele se dedica pouco a ser intérprete, trabalhando especialmente como diretor e produtor de filmes do mesmo gênero - por isso mesmo está capacitado para fazer uma oferta de trabalho a Buffon.

Fonte: Terra, www.terra.com.br