Em entrevista Chris Brown revela:"Ainda amo Rihanna"

Músico dá sua primeira entrevista pública desde a agressão à Rihanna

  Em sua primeira entrevista desde que foi foi acusado e julgado por agressão à cantora Rihanna, sua ex-namorada, Chris Brown revelou ao apresentador norte-americano Larry King que ele não tem lembranças do que aconteceu naquele dia 8 de fevereiro e que não pode acreditar no que fez mesmo tendo sido declarado culpado.

"Quando eu ouvi a sentença policial, não soube o que pensar. Aquilo não é quem eu sou como pessoa. É como um louco para mim", disse o rapper. Sentado entre sua mãe, Joyce Hawkins, e seu advogado, Mark Geragos, Brown ainda disse que ainda ama Rihanna, embora esteja proibido de se aproximar da cantora.

O rapper, que terá de manter a distância de cerca de 100 metros da ex-namorada pelo período de cinco anos, tem notícias sobre Rihanna através de sua mãe, que mantem contato permanente com ela desde o incidente.

"Eu fiz com que ela soubesse que eu estava muito perplexa com o que tinha acontecido e pedi desculpas pelo meu filho. Disse que sentia muito pelo que tinha acontecido com ela também", disse Joyce Kaawkins ao apresentador.

A mãe de Chris Brown ainda continuou: "Eu não sabia mais o que dizer, então fui abraça-la, ela me abraçou de volta", completou. Ainda sobre a namorada, o apresentador questionou Chris Brown sobre como ele se sentiria ao ver a Rihanna com outras pessoas. "Eu me afetaria com isso, mas, no fim das contas, nós não estamos juntos, então, se ela estiver feliz, fico bem", respondeu. A entrevista só vai ao ar na televisão americana na próxima quarta-feira, 2 de setembro. As informações são da CNN.

Fonte: g1, www.g1.com.br