Em seis meses, Silvio Santos perde banco e lojas do Baú

Em seis meses, Silvio Santos perde banco e lojas do Baú

Rombo no PanAmericano fez empresário rever ações do grupo

Desde a descoberta do rombo bilionário no banco PanAmericano em novembro do ano passado, o empresário Silvio Santos reviu boa parte de seus negócios e se desfez de parte do império construído ao longo de sua vida inteira. Para sanar as dívidas e enxugar as atividades do Grupo Silvio Santos, o apresentador vendeu o PanAmericano, a empresa de pagamentos online Braspag e por último a rede de lojas do Baú da Felicidade.

Pelo menos o SBT, que foi dado como garantia no empréstimo de R$ 2,5 bilhões do Fundo Garantidor de Crédito, manteve-se em seu portfólio, que agora concentra ações em consumo, com a Jequiti Cosméticos, comunicação, por meio do SBT, e capitalização com a Tele Sena. Tendo em vista a sucessão, Silvio Santos, de 80 anos, até contratou uma consultoria para ver quem está melhor preparado para assumir o comando de suas empresas. Confira na aba "Fotos" as últimas ações do empresário.

Fonte: Terra, www.terra.com.br