Emocionado, Diego Maradona se despede da mãe na Argentina

Emocionado, Diego Maradona se despede da mãe na Argentina

Palermo, ex-jogador do Boca, e tenista Juan Martín Del Potro compareceram ao velório

Emocionado e chorando muito, Diego Maradona se despediu nesta segunda-feira de sua mãe, Dalma Salvadora Franco, que morreu no sábado aos 81 anos. O técnico do Al Wasl carregou o caixão de Doña Tota no cemitério Jardín de Bella Vista, na Argentina, e recebeu a visita e mensagens de apoio de alguns amigos famosos durante o velório.

O ex-jogador Martín Palermo, o tenista Juan Martín Del Potro, o goleiro Oscar Ustari e o treinador do River Plate, Matías Almeyda, foram algumas das personalidades que passaram pelo cemitério desde a madrugada entre domingo e segunda. A presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, falou com Maradona pelo telefone.

Neste fim de semana, torcedores e jogadores se manifestaram sobre a perda. Messi, atual melhor jogador do mundo, lamentou o falecimento através de um comunicado divulgado por sua fundação. No clássico entre Boca Juniors e Racing, os jogadores entraram com um bracelete negro e fizeram um minuto de silêncio. O meia Riquelme, que deveria ter sido homenageado antes do duelo por seus 15 anos de futebol argentino, pediu para que a cerimônia fosse cancelada em função do falecimento de dona Tota.

A mãe de Maradona sofreu uma descompensação cardiorrespiratória em julho, se recuperou, mas voltou a ser internada recentemente na clínica Los Arcos, no bairro Palermo. No fim de 2010, houve um problema semelhante. A situação delicada da mãe fez com que Maradona adiasse a viagem para os Emirados alguns dias após ser contratado pelo Al Wasl.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com