"Estou bombando aos 43 anos", diz atriz Alexandra Richter

"Estou bombando aos 43 anos", diz atriz Alexandra Richter

Atriz, que faz a Jackie em "Passione", diz que se preparou para o sucesso que ela sabia que chegaria tarde.



O sucesso veio tarde para Alexandra Richter. Depois dos 40 anos. Até chegar o momento atual, em que a atriz está se destacando no papel da vilã do núcleo cômico de ?Passione? e ainda está em cartaz há quase dois anos no teatro com a peça ?A História de Nós 2?, Alexandra trilhou um longo caminho.

?Já paguei muito mico. Fiz telegrama animado, festa em empresa, teatro em favela, onde me obrigavam a sair correndo quando o traficante aparecia. Minhas amigas brincam que todo ano era meu porque no reveillón, eu dizia. ?Agora vai, esse é o meu ano?. Eu chegava quase lá, passava perto, mas ainda faltava alguma coisa, lembra.

Sem desanimar, Alexandra diz que sabia que o momento de estourar acabaria acontecendo. ?Sou muito intuitiva e, de alguma forma, sabia que o sucesso chegaria, mas também sabia que seria tarde. Então, me preparei para isso. Me cuidei muito. Estou bombando aos 43 anos. Poderia ter estourado aos 20 e já ter parado. Quem sabe? Me vejo como a Fernandona, atuando, aos 81, cheia de energia e vitalidade?, prevê a atriz acrescentando que não busca exatamente a fama. ?Quero reconhecimento. Hoje todo mundo tem de ser famoso. Até médico. As pessoas perguntam, "quem é seu ginecologista?".

Boa forma

Disciplinada, Alexandra conta que sempre procurou preservar o ?tripé? corpo, mente e alma. Para manter a forma, ela malha com a ajuda de personal trainner três vezes por semana e cuida da alimentação. ?Aprendi com a minha mãe a fazer um prato colorido. Não como carne vermelha, não bebo nem fumo?, explica a atriz que diz ainda que gosta que escolher pessoalmente os legumes e verduras que come.

?Adoro ir à feira, é uma diversão. De vez em quando, brigo com o feirante. Ele me olha e pensa. ?Lá vem a perua? e me dá um inhame pelado e seco. Eu digo logo. ?Quero um inhame úmido e peludo?. O que vem da terra tem de ser assim, ensina.

O resultado desse empenho todo são umas pernas delineadas que deixaram Seu Fortunato caidinho na novela. ?Depois da cena em que a Jackie vai ao pagode, descobriram que eu tenho um pernão. Agora é um tal de me colocarem de maiô, de lingerie. Não vou ficar blasé e dizer que não ligo. Acho o máximo que aos 43 descubram que eu tenho um pernão. Estou tirando onda com isso. E acho melhor ainda que seja um plus?, comemora.

Família

Quem não gostou muito da novidade foi o marido, o engenheiro Ronaldo Braga, com quem Alexandra está casada há 13 anos. ?Ele ficou um pouco enciumado no início da novela. Mas tem muito orgulho de mim, somos muito parceiros em tudo?, diz a atriz que é mãe da Gabriela, de oito anos.

Única atriz de uma família com cinco irmãos, Alexandra faz da casa o seu porto seguro. ?Sou muito família. O núcleo familiar é a chave da minha vida. Somos muito unidos, nos vemos sempre, comemos juntos. É uma falação. Adoro minhas sobrinhas, já sou tia-avó, mas não conta para ninguém?, pede.

Da mãe, atriz diz que herdou a força, emocional e física: ?As mulheres da minha casa são muito ativas. Minha mãe tem 70 anos e é daquelas que arrasta uma cômoda quando quer mudar um móvel de lugar. Sou igual a ela. Acho cafona homem carregar bolsa para mulher?, diz.

Ao contrário de sua personagem Jackie, que está sempre tramando alguma coisa contra a amiga Clô, Alexandra diz que é uma amiga muito fiel. ?Vou no caminho oposto das redes virtuais em que todo mundo tem um milhão de amigos. Hoje em dia, tenho poucos e bons. Sou muito leal e dedicada. Sou daquelas que gosta de escutar e ajudar?, garante.

Fonte: Ego, www.ego.com.br