""Eu estou sangrando"", diz Cissa Guimarães sobre morte do filho

A atriz disse ainda que buscou forças no trabalho para superar a dor

Dois meses depois da morte de seu filho caçula, Rafael Mascarenhas, a atriz Cissa Guimarães diz que a dor da perda ainda é absurda e que só continua tocando sua vida por causa dos dois outros filhos, do neto e do apoio dos amigos.

?O problema não é dormir. Desde o dia da morte do Rafael, eu estou tomando remédio para dormir. O grande problema é acordar. Todos os dias, abrir os olhos e ter de me levantar é duro. Minha vontade é tomar mais um comprimido e passar o dia na cama, como já fiz algumas vezes?, disse ela à revista Veja que chega às bancas nesta sábado, 2.

"Vou melhorar"

A atriz disse ainda que buscou forças no trabalho para superar a dor e que também se esforça para realizar atividades normais do dia a dia.

?Meu trabalho dá sentido à minha vida. Além disso, a minha profissão, por natureza, tem características que ajudam em momentos difíceis. Ouvir aquelas palmas ao final da peça é um bálsamo. Durante uma hora e meia, de quinta a domingo, eu sou outra pessoa?, contou ele que definiu seu estado de espírito atualmente assim: ?Eu estou sangrando. Talvez minha pulsão de vida não volte a ser como era antes, porque eu fui amputada. Vou conviver com essa dor para sempre. Mas vou melhorar?, disse.

Fonte: Ego, www.ego.com.br