Ex-BBB Maíra alfineta Priscila e Francine: "prefiro ser riquinha ou fútil a ninfomaníaca"

Maíra não gostou nada das insinuações feitas por Francine de que deu o golpe do baú

Maíra não gostou nada das insinuações feitas por Francine de que deu o golpe do baú no jogador de futebol Marcelo, na noite de domingo, 5, no "Big Brother Brasil". Para "esclarecer de uma vez por todas", o tititi em torno de seu casamento, a sister escreveu desabafo.

"Pela milésima vez, casei (com Marcelo) por amor, aliás por muitoooo amor, e nunca, em tempo algum, por dinheiro", escreveu a modelo, em comunicado enviado por email. "Na época em que casamos, dinheiro é o que faltava para o Marcelo, passamos por apertos que só Deus para nos dar força. Ele não é e nunca foi rico, mas como o amor sobrava das duas partes pouco me importava valores materiais, larguei tudo sem pensar meia vez, para casar com o homem da minha vida!"

A sister, que entrou no "Big Brother Brasil" com joias e roupas caras, afirma que seu bom padrão de vida vem graças à sua própria família. "Meu pai sempre teve condições financeiras ótimas, por mérito, inteligência, competência e muitooooo trabalho".

TROCA DE FARPAS

No desabafo, a sister também responde ao comentário de Priscila - "nunca vi pobre passear em Paris" - sobre sua condição financeira. "Viajava muito sim, porém eu trabalhava horrores e estudei uma vida inteira para poder ser a mulher que sou e ter a inteligência que tenho, chegar onde cheguei, para ter um grande trabalho digno, que me pagasse bem, para eu poder usufruir da vida; não vejo problema algum, em viajar para fora do Brasil, quando se lutou muito para isso."

Por fim, aproveitou para dar uma alfinetadinha em Priscila. "Assim que a Ana saiu liguei a TV e a Priscila falava o quanto ela se irritava com futilidades de viagens, compras em Portugal ou Paris! Achei injusto e incoerrente, essas coisas são pontos de vista diferente. (...) Se para alguns incomodava escutar coisas fúteis o tempo todo, meus ouvidos gritavam por socorro ao escutar a palavra "sexo" 24 horas naquela casa: "não vivo sem, estou subindo pelas paredes, eu preciso de um, qual dos cinco eu vou escolher primeiro para matar minhas necessidades"". E adicionou: "Prefiro ser riquinha ou fútil, coisa que não sou mesmo, a ser ninfomaníaca.

Fonte: Ego, www.ego.com.br