Ex-BBBs Naiá e Ana levam bandeira branca para Priscila Pires, mas só causam confusão

Com a bandeira branca na mão, Naiá ficava chamando o nome de Priscila sem parar

A ex-BBB Priscila estava mais uma vez fazendo a alegria do povo, autografando ?Playboys? em uma banca de jornal nas proximidades da Avenida Paulista, nesta quarta, 19, quando Ana Carolina e Naiá tentaram invadir o local com uma bandeira branca na mão.



?Queremos paz! Fala com a gente!?, gritaram as duas loiras, enquanto Pri atendia a uma fila de motoboys, executivos e estudantes que se aglomeravam na banca. Mas Priscila não queria papo com as ex-colegas de confinamento, e a segurança acabou barrando a entrada de Ana e Naiá. ?Eu não matei, não roubei. Não tenho gripe suína!?, dizia Ana, por trás de barreira formada por um segurança, o dono da banca e seus dois filhos.

Com a bandeira branca na mão, Naiá ficava chamando o nome de Priscila sem parar. No início, a morena fingiu que nada acontecia e continuou autografando as revistas, sem ao menos olhar para cima. Mas Naiá, com o jeito persistente que marcou sua passagem pelo ?BBB?, tanto fez que quase acertou Priscila com a bandeira. ?O que eu previ pra você está acontecendo, viu? Só falta o bebê e o marido estrangeiro?, gritava Naiá, referindo-se às previsões de sucesso, dinheiro, marido estrangeiro e um filho, feitas pela sexagenária durante o BBB.

Vendo que não tinha como ignorar Naiá por muito tempo, Pri resolveu responder. Passou a mão na barriga e disse: ?O bebê ainda vai demorar um pouco?. E continuou seus autógrafos. A loira comemorou: "Eu consegui! Ela falou comigo!".

Com a confusão, formou-se um empurra-empurra no local. Era Ana para lá, Naiá para cá, fãs gritando, celulares a postos clicando. O marido de Naiá, o engenheiro Paulo Roberto, estressou-se com Junior, o dono da banca de jornal. ?Você não empurra minha mulher não, hein, cara!?, gritou o maridão valente, já querendo partir para cima. Os dois só não brigaram de fato graças à turma do deixa-disso.

Cercada dentro da banca, Priscila parecia torcer para que a tarde de autógrafos/pesadelos terminasse. ?Acho que tem pessoas que, em vez de trabalhar, ficam atrapalhando o trabalho dos outros?, disse ela, sobre as invasoras. Perguntada se Naiá e Ana estavam querendo se promover às suas custas, Pri deu de ombros. ?Eu nem preciso dizer nada, né??.

Fonte: Ego, www.ego.com.br