Ex-guarda-costas processa Justin Bieber por agressão

Benabou alega que foi erroneamente informado de que não tinha direito a receber horas extras.

Um ex-guarda-costas de Justin Bieber deu início nesta quinta (10) a um processo contra o popstar, pedindo mais de US$ 420 mil em horas extras e outros apagamentos e alegando que foi agredido repetidas vezes pelo cantor durante um desentendimento em Outubro.

A ação de Moshe Benabou alega que Bieber o repreendeu e lhe deu repetidos socos no peito depois de um desentendimento sobre como lidar com um membro da comitiva do cantor. Depois que o segurança foi embora, Bieber o demitiu, afirma o processo de Benabou.

Benabou alega que foi erroneamente informado de que não tinha direito a receber horas extras, apesar de trabalhar 14 a 18 horas por dia entre Março de 2011 e Outubro de 2012.

Uma mensagem de e-mail enviada ao assessor de Bieber não foi imediatamente respondida.

Benabou está pedindo uma indenização não especificada pela agressão e reivindica US$ 421,2 mil em horas extras, férias e benefícios salariais não-pagos.

"Por quase dois anos o sr. Benabou se dedicou completamente a garantir a segurança pessoal do sr. Bieber" escreveu em um comunicado o advogado de Benabou, Ilan Heimanson. "O sr. Benabou merecia, como qualquer empregado, ser tratado com respeito, dignidade e de acordo com a lei. Infelizmente, ele não foi".

Fonte: UOL