Família de Whitney Houston quer barrar filme para TV, diz site

Os responsáveis pelos bens de Whitney estão considerando entrar com um processo para impedir que o Lifetime leve adiante sua produção.

A família de Whitney Houston, morta em 2012, quer barrar a produção de um filme para a televisão sobre a vida da cantora, segundo informações do site especializado em celebridades TMZ.


Família de Whitney Houston quer barrar filme para TV, diz site

Os parentes da artista ficaram descontentes com a decisão do canal norte-americano Lifetime de produzir a biografia porque acham que a história de Whitney merece ser exibida nos cinemas - eles já estariam inclusive planejando um longa para a telona.

De acordo com fontes do TMZ, os responsáveis pelos bens de Whitney estão considerando entrar com um processo para impedir que o Lifetime leve adiante sua produção. A família inclusive já contatou o canal para expressar sua desaprovação.

Pat Houston, cunhada de Whitney, não confirmou ao site as intenções da família. "Whitney com certeza merece mais do que um filme para a TV. Se Whitney estivesse aqui hoje, isso não estaria acontecendo", afirmou.

Filme

O canal Lifetime anunciou na última sexta-feira (22) a produção de um filme sobre Whitney Houston.

Com o título provisório de "Whitney Houston", o filme vai focar na polêmica relação da cantora com o compositor Bobby Brown, desde que eles se conheceram no auge de suas carreiras até o casamento atribulado. A estreia é prevista para 2015.

"Tenho muito respeito pelos talentos e conquistas maravilhosos tanto de Whitney quanto de Bobby; e sinto uma responsabilidade em contar sua história", disse Bassett em nota. "A humanidade e o laço entre eles fascina a todos nós. Eu estou muito mais que animada em ter esta oportunidade de ir para trás da câmera e dentro do mundo deles".

Ainda não há informações sobre elenco.

Conhecida por sucessos como "I Will Always Love You", trilha do filme "O Guarda-Costas" (1992), Houston morreu em fevereiro de 2012, ao se afogar na banheira de um hotel em Los Angeles depois de ter consumido cocaína.

Fonte: UOL