Atriz de 'A Ususrpadora' diz que foi envenenada por ex-assistente

"Eu peço a Deus que não a encontre na rua'', desabafou a atriz

A atriz Gabriela Spanic, muito famosa no Brasil por protagonizar a novela 'A Usurpadora' revelou, em entrevista a Fábio Porchat, nesta segunda (8), que ela e sua família já foram vítimas de envenenamento provocado por sua ex-assistente Maria Celeste. 

"Ela envenenou a mim e outras pessoas. Era a minha assistente. Envenenou minha mãe, minha irmã, meu filho, que tinha um ano e meio, a mim e minha assessora. Ela colocou amônia na comida. Colocou cloreto de amônia na comida de todo mundo. Suspeita-se que por 6 meses. Estou viva por um milagre", disse a eterna 'Paola Bracho'.

"No mundo inteiro, segundo estatísticas, 15% da população mundial tem doenças psicológicas. Você não sabe porque uma pessoa faz isso. As vezes as pessoas parecem serem boas, mas são psicopatas", filosofou a atriz.

"O nosso índice [de intoxicação] estava muito elevado. Os médicos, depois de exame, perceberam que era um agente externo que causou aquela concentração. Há sequelas no nosso corpo até hoje", disse Gaby, revelando, ainda que a assistente foi condenada, mas ficou apenas dois anos presa.

A criminosa, segundo relato de Spanic, foi solta por influência da atriz e deputada federal Carmen Salinas - conhecida por atuar em novelas mexicanas exibidas no Brasil como "Maria Mercedes" e "Maria do Bairro.

"Eu peço a Deus que não a encontre na rua. Agradeço todos os dias que estou viva'', finalizou. 


Gabriela Spanic deu entrevista para Fábio Porchat
Gabriela Spanic deu entrevista para Fábio Porchat


Fonte: Notícias ao Minuto