Chay Suede desmente rejeição das mulheres em comercial: 'Nunca ouvi 'sai daqui''

O ator já recebeu inúmeras cantadas até mesmo de mulheres bem mais velhas!


Chay Suede fazia sucesso com o público teen na época da novela "Rebelde", mas, depois do estouro em "Império", ele passou a ser assediado por todas as idades e em todo o país. O ator já recebeu inúmeras cantadas até mesmo de mulheres bem mais velhas! Mas será que, antes da fama, o sucesso com o público feminino também era assim?

Um anúncio que ele estrelou recentemente para a marca "Havaianas" brinca com isso. Já famoso, as meninas gritam "Chay!". Sem a fama, ele escuta: "sai!". "Nunca foi sai, isso foi só para a propaganda", relembra ele, aos risos, em entrevista ao Purepeople.

"É claro que o assédio aumentou com a fama, só que isso não me deslumbra. Tenho uma dificuldade muito grande de achar legal a fama. Não me envolvo com isso", completa Chay, que, aos 22 anos, foi eleito pela revista "GQ" como o homem mais estiloso de 2014.

Namorando desde setembro a atriz Laura Neiva, o ator conta que procura tratar o assédio das fãs e até mesmo da imprensa de forma mais simples e humana possível. "Essa é uma palavra que permite muitas interpretações. Existem níveis diferentes", avalia Chay.

"Alguns tipos de assédio não me incomodam e outros um pouco, como uma invasão sobre algo que você não quer abrir. Acho desnecessário e desconfortável", opina ele, que vem lidando com isso desde que estreou na TV, no reality show "Ídolos", da Record, em 2010. Relembre sua primeira aparição:

De cantor calouro de Vitória (ES) a astro de "Babilônia", novela da Globo no horário nobre, muita coisa aconteceu na vida de Chay nesses últimos cinco anos. "Não passava pela minha cabeça me tornar ator. Eu era um músico e não fazia ideia de que um dia poderia interpretar um personagem. E foi possível", festeja ele, que não pensa em deixar a música de lado. "Sigo compondo e escrevendo, só não tenho tempo para fazer shows".

Tranquilo, Chay conta que não se sente pressionado em repetir em "Babilônia" o mesmo sucesso obtido na pele de José Alfredo na primeira fase de "Império". "Com isso, não. Me sinto mais pressionado por contracenar com Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg", admite, cobrindo as duas de elogios.

"A recepção delas foi maravilhosa, me deixaram muito à vontade. Estabeleceram uma relação de intimidade sem barreiras ou distâncias. Mas fiquei muito nervoso, claro. Não consigo nem explicar quanto", diz, sorrindo.


 

 

Fonte: Purepeople