Com 32kg a menos, Leandro Hassum diz que diminuiu dez números no manequim

Aos 41 anos, Hassum conta que começou a cogitar a possibilidade de fazer a cirurgia quando viu que não estava mais conseguindo emagrecer com dietas

Trinta e dois quilos a menos e a mudança de dez números no manequim: essas são algumas das gritantes mudanças na vida de Leandro Hassum após se submeter a cirurgia bariátrica em novembro de 2014. No camarim do Teatro Bradesco, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, onde fica em cartaz até o dia 8 de março com a peça "Lente de aumento", o ator contou como está se sentido nesta nova etapa em sua vida. "Hoje estou com 118 quilos, vestia roupas tamanho 58 e agora uso 48, 50. Ainda tenho uma longa caminhada, mas a vitória que tive esta semana foi maravilhosa. Saí da categoria de obeso mórbido e agora estou na categoria obeso tipo 2. Fazia muito tempo que eu não saía dessa categoria de obeso mórbido, apesar de as pessoas não acharem que eu sou obeso e, sim, um gordinho fofo (risos). Se eu soubesse que era tão bom, eu teria feito a cirurgia há 20 anos. Estou zero arrependido", comemora.

 O ator diz que a fase mais difícil durante estes quatro meses foram os 20 primeiros dias, onde teve uma dieta líquida: "Você opera a parte operacional e não a cabeça. Não deixa de ter desejos e aí bate um desespero, mas o resultado na balança e a autoestima compensam qualquer coisa", afirma. "Mas o legal é que quando começam a entrar outros tipos de comida na dieta você fica muito feliz. Por exemplo, depois de dez dias entra o caldinho de feijão. Parecia ser o melhor orgasmo que eu tive na vida", diverte-se.

Aos 41 anos, Hassum conta que começou a cogitar a possibilidade de fazer a cirurgia quando viu que não estava mais conseguindo emagrecer com dietas: "Nunca tive vontade de operar, sempre fui muito bem resolvido. Quando eu abusava nas férias e engordava, fazia uma dieta, tomava remédio e perdia uns dez quilos, mas vi que meu organismo não respondia mais a isso e comecei a ficar preocupado."

 Mas o que o levou realmente a decidir se submeter a cirurgia foi o amigo André Marques, que já perdeu 71 quilos. Os dois fizeram a operação com o mesmo médico, Cit Pitombo. "O André me chamou para um churrasco na casa dele, a gente conversou sobre tudo e ele me indicou o seu médico. Eu sai de lá decidido a operar. Em agosto, fui a consulta e marquei a cirurgia para novembro."



Hassum conta que ainda teve que lidar com os comentários "sem noção" de algumas pessoas. "Muita gente falava para não fazer isso, argumentando: 'Vai operar e vai perder a graça', 'O seu charme é ser gordo'. Se eu não estivesse muito certo e não tivesse acompanhamento psicológico, eu teria desistido. Em alguns momento eu cheguei a dar uma balançada, algumas vezes por medo. Eu pensava: 'Será que estou jogando a minha carreira fora?'. Mas vi que isso tudo vem da época em que a bariátrica não existia, onde faziam dieta e ficava aquela restrição a tudo. A minha mulher, por exemplo, quando está de dieta fica insuportável (risos)."

O ator diz que atualmente se alimenta de três em três horas e em pequenas quantidades. "Eu como de tudo, mas preciso ter a consciência de que meu estômago está bem menor, caso contrário, vou passar mal e colocar pra fora. Estou mais seletivo, é uma questão de qualidade de vida e longevidade", diz ele.

 Hassum comemora as conquistas do dia a dia. "Não faço apologia a cirurgia, acho que você tem que ser feliz com o seu corpo. Se você está feliz gordo, seja feliz gordo, mas seja saudável. Depois que eu fiz a cirurgia que eu percebi a quantidade de coisa que eu estava deixando de fazer. As dores que eu sentia para levantar, na perna, na coluna, a disposição física pra tudo. Agora eu comecei a caminhar, quase todos os dias, fui autorizado a voltar a malhar, é um processo lento, mas está fluindo muito bem", garante.

O ator, que é casado há 17 anos com Karina Gomes, com que tem uma filha, Pietra, de 15, diz que a mulher aproveitou o resultado. "Agora ela até fala: 'Estou de olho em você'.  Ela está até com ciúmes, mas sabe que o marido dela é muito tranquilo. Eu estou garoto agora, tipo 18 anos, um novo Cauã Reymond", brinca Hassum.

Com o novo shape, Hassum conta que vem novidade neste ano. Além de finalizar a trilogia do filme "Até que a sorte nos separe", em julho, o ator estará de volta à TV ao lado de Ingrid Guimarães na série "Barba, cabelo e bigode", escrita por Claudio Paiva. "O programa é um seriado de humor que se situa em São Gonçalo, no Rio, e vai mostrar um pouco do que o nosso país está vivendo, como falta d'água, gasolina alta e desemprego. Ingrid e eu temos uma química boa, acho que vai dar um caldo muito bom", diz. O programa estreia em abril e entra no lugar de "A grande família".

Fonte: Ego