Entrada do hospital onde Kate Middleton dará à luz ganha proteção e barreiras

Na quarta-feira, 15, alguns cartazes foram espalhados próximo ao hospital com os dizeres de "proíbido estacionar durante o período de 15 a 30 de abril".

 Os preparativos para a chegada do segundo filho do Príncipe William e da duquesa de Cambridge, Kate Middleton, estão a todo vapor. Na manhã desta quinta-feira, 16, trabalhadores começaram a colocar barreiras na entrada do hospital St. Mary, em Londres, na Inglaterra, onde acontecerá o parto. As imagens foram postadas por Simon Perry, da revista "People", em seu perfil no Instagram.

 Na quarta-feira, 15, alguns cartazes foram espalhados próximo ao hospital com os dizeres de "proíbido estacionar durante o período de 15 a 30 de abril". O motivo seria um evento especial.

A expectativa pelo nascimento do segundo filho do casal - William e Kate já são pais de George, de 1 ano e 8 meses - tem gerado inúmeras especulações em torno dos detalhes sobre o parto e o bebê. Segundo o site do tabloide "Mirror", a população faz apostas em toda a cidade e rumores dão conta que a duquesa estaria esperando uma menina, pois teria sido vista comprando roupinhas cor-de-rosa. A chegada de amostras de tinta tradicionalmente femininas a casa do casal real  só reforçou o boato.

Alice, Elizabeth, Charlotte e Victoria estão entre os nomes que encabeçam as apostar entre os londrinos que acreditam que Kate espera uma menina.

Quando o anúncio da segunda gravidez foi feito no dia 20 de outubro, Kate, de 32 anos, sofria de fortes enjoos matinais. Ela permaneceu reclusa durante um mês até mesmo depois do anúncio da gravidez, mas já estava de volta a sua agenda de eventos públicos.

Fonte: Ego