Famosos lamentam morte de Elke Maravilha: 'Vai deixar saudade'

A artista faleceu na madrugada de terça (16)

A morte de Elke Maravilha, aos 71 anos, na madrugada desta terça-feira (16), causou comoção entre os famosos. A atriz, jurada de programas de calouros, modelo e apresentadora foi vítima de falência múltipla dos órgãos após ser submetida a uma cirurgia de úlcera. Vários famosos e amigos lamentaram a morte da artista, que estava internada em coma induzido desde de julho.

Elke chegou a ter os tubos retirados e manifestou desejo de voltar para casa, antes de passar por uma nova cirurgia, no final de semana. 

"Sempre colorida e com esse sorriso enorme. Ela me inspira desde criança porque é ousada, irreverente ,corajosa e nunca quis ser igual a ninguém... Para sempre Elke Maravilha", lamentou Sabrina Sato. 

Elke Maravilha (Crédito: Reprodução)
Elke Maravilha (Crédito: Reprodução)


"Silêncio um anjo subiu e foi encontrar como ela dizia seu painho. Saudades", acrescentou Rita Cadillac.

Preta Gil lembrou quando conheceu a jurada. "Nunca me esquecerei a primeira vez que vi essa luz em forma de gente!! Tinha 8 anos e já era fã dela no Chacrinha, quando ela entrou a sala da nossa casa eu corri pro colo dela e de lá não queria mais sair. Uma voz doce e mansa, uma beleza de doer os olhos, uma mulher à frente de todos os tempos, uma revolução estética e afetiva ambulante!! Musa inspiradora de todas as pessoas que buscam o respeito e amor ao próximo!! Elke Maravilha, o céu hoje ficou mais colorido mais feliz com a sua chegada", escreveu a cantora.

César Filho também citou uma das frases dita pela atriz. "Ninguém foi (ou será) como ela. O mundo ficou menos colorido e menos alegre. Elke partiu! Inteligente e única, soube conduzir a vida pessoal e profissional da maneira que ela sempre quis. Descanse em paz, criança linda...", escreveu. "Difícil de acreditar", lamentou Sonia Abrão.

Astrid Fontenelle, apresentadora: “Como assim, criança??? Cresci apaixonada por Chacrinha e por Elke Maravilha. Assistir ao programa do Velhor Guerreiro era obrigatório e a chegada de sua jurada mais exuberante era a glória! Sem dúvida tá no meu insconsciente a permissão para ousar no figurino, nos adereços. Ainda quem que sai de casa usando um belo batom vermelho. Será minha homenagem a ela. Intelectual, artista, musa tão querida…. Elke era unanimidade. E chamava todo mundo de criança. Tô certa de que partiu numa boa. Mas a gente lamenta, queríamos mais!”.

Paulo Gustavo, ator: “O céu hoje está mais colorido”.

Marcelo Medici, ator: “Das poucas vezes que nos encontramos, repeti que adorava vê-la atuando porque sempre foi interessante observar esse caminho oposto de tirar maquiagem, peruca e figurino para interpretar personagens mais próximos a normalidade, característica que certamente a entediava. Violante em ‘Xica da Silva’, Madame Yara em ‘Memórias de um Gigolô’, Debora em ‘Pixote’, entre tantos outros. Atriz de bom gosto, despia-se lindamente. Foi uma bela passagem Elke! Maravilha”‘

Sônia Abrão, apresentadora: “Difícil de acreditar”‘

Tatá Werneck, atriz: “Linda! Muitas cores e alegria. Autêntica e performática”.

Adriane Galisteu, apresentadora: “Livre ninguém é. No entanto, cada um tem a liberdade de escolher a prisão que quer’. – Elke Maravilha. Seu sorriso vai fazer falta…”.

Juliano Cazarré, ator: “E ela se foi sem que tenhamos aprendido por completo sua mensagem de liberdade, alegria e amor. Obrigado, Elke, por ter feito esse país um pouco menos careta e muito mais colorido”.

Lúcia Veríssimo, atriz: “Impossível não lembrar da imagem dela assim. Explosão de alegria. Sentamos na mesma bancada de jurados no Chacrinha e nos tornamos amigas. De uma inteligência invejável e uma cultura admirável foi uma das pessoas que mais respeitei. Sincera, elegante, irreverente e deliciosamente anarquista. Essa russa, francesa e mais brasileira do mundo, destemida e verdadeira, foi um grande aprendizado pra mim. Obrigada Elke”.

Fonte: Com informações do Pure People