Fãs acusam dançarino de MC Gui como o responsável da queda do cantor: "Recebo ofensas o tempo todo"

O espetáculo irá ao ar no próximo sábado. Após o acidente, ele precisou ser hospitalizado e também teve os braços imobilizados.

Ainda se recuperando do tombo que levou no domingo à noite, durante uma apresentação em Itatiba, no interior de São Paulo, o cantor MC Gui, de 16 anos, decidiu mudar o roteiro dos seus shows. A partir de agora, cambalhotas e piruetas estão abolidas.

De acordo com a mãe do jovem, Claudia Baronesa, Gui está no Rio para participar das gravações do show em comemoração aos 50 anos da TV Globo, no Maracanãzinho. O espetáculo irá ao ar no próximo sábado. Após o acidente, ele precisou ser hospitalizado e também teve os braços imobilizados.

No sábado, MC Gui se apresentou em Rio das Ostras, na Região dos Lagos. No dia seguinte, fez mais dois shows na capital paulista. E, em seguida, em Itatiba, quando caiu ao tentar dar um salto, no meio do palco, na Festa do Caqui. Em vídeo gravado no momento do acidente, é possível ver que o cantor tenta pegar impulso se apoiando em Caio Amador, um dos seus dançarinos, mas algo sai errado e ele cai de costas.

Nesta terça-feira, Caio usou a rede social para se defender das acusações de que teria causado a queda do cantor. Em seu perfil no Instagram, o dançarino disse estar bastante chateado com as críticas que vem recebendo por conta da queda. E frisou que tudo não passou de um acidente.

“Recebi hoje, durante o dia inteiro, diversas ofensas diante do ocorrido. Me mantive calado até o presente momento. Até dizerem que minha intenção era machucar o Guilherme. Reparem meu segundo braço tentando erguê-lo, após seu pé escorregar... Aquele pulso eu ‘abri’ de tanta força que fiz para evitar a queda dele. Agora, dizer que fiz de forma intencional? Que tipo de pessoa acham que eu sou?”, protestou.

Dia na praia da Barra

MC Gui passou a terça-feira na praia da Barra, na Zona Oeste do Rio. Lá,ele posou para fotos e deu autógrafos. O cantor disse que ainda sente dores e também evita fazer movimentos bruscos. Por orientação médica, ele continua de repouso.

O funkeiro sofreu um corte no punho e está com ele imobilizado.

— Ele está com dor. Mas foi só um susto mesmo — acrescentou a mãe do artista, Cláudia.

Depois do tombo, MC Gui foi atendido por socorristas em Itatiba, e levado para o Hospital São Luiz do Jardim Anália Franco, na Zona Leste de São Paulo.

Por causa dos ferimentos, a agenda de shows desta semana do artista acabou sendo cancelada.

Fonte: Extra