"Homens ficaram tristes", diz Geisy Arruda sobre mudança de visual

"A gente não pode ser só sensual, tem que mesclar", disse.

Quem lembra de Geisy Arruda quando ela ficou famosa aos 20 anos, em novembro de 2009, ao sofrer bullying e ser expulsa da faculdade por causa de um vestidinho rosa, logo percebe como a estudante – agora atriz e modelo – mudou nesses quase sete anos. Os cabelos antes amarelos e mal cuidados, agora têm corte e tom modernos. O rosto, antes com maquiagens exageradas, tem visual mais clean. O corpo é mais enxuto. E as roupas estão bem diferentes.

“Quando eu era mais nova, tinha a impressão que pra chamar a atenção tinha que estar seminua, extremamente sexy. E não é assim. Existem várias formas de chamar a atenção, ser notada, sem ter que deixar pra a vulgaridade. E isso eu aprendi com os anos, há cinco não tinha essa visão. Particularmente, me sinto melhor com uma roupa pouca mais folgadinha. Até pra andar me sinto mais segura, não precisa ficar puxando nada”, admite ela.

Geisy brinca que, se sua mãe gostou de sua mudança de estilo, o mesmo não aconteceu com o público masculino. “Os homens ficaram tristes comigo”, brinca ela. “Eu percebo isso nas minhas redes sociais. As fotos mais curtidas são de biquíni, ensaios sensuais. Mas eu gosto de atingir todo tipo de público, homens e mulheres. De vez em quando posto foto de ensaio, sobre maquiagem, cabelo, o look do dia”, explica ela, que, como a maioria das mulheres, quer se sentir sensual: “Mas agora aprendi que não pode ser só isso. Tem que ter vários lados”.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do EGO