Jô confirma programa em 2015 com sexteto e plateia 121

Jô confirma programa em 2015 com sexteto e plateia 121

Já foram quase 14 mil entrevista e, olha, a gente está só começando"

Na abertura do último programa de 2014, nesta sexta-feira (19), Jô Soares fez um desabafo para a câmera e declarou que este ano não foi fácil para sua vida pessoal.

"2014 foi o ano que levou meu querido amigo e parceiro Max Nunes. Um ano que uma pneumonia me levou para o hospital e um ano que eu vivi um pesadelo de todos os pais: a dor da perda de um filho [Rafael Soares]. Além disso tudo, estou aqui inteiro renovado, pronto para enfrentar os desafios de 2015".

O apresentador também falou que seu talk show está confirmado na grade de programação da Globo no próximo ano. Segundo ele, o programa deve passar por reformulações, o que – segundo ele – seria normal depois de 15 anos no ar.

"Vamos continuar entrevistando, como sempre, de segunda a sexta-feira, os personagens do povo brasileiro, conhecidos e anônimos, que ajudam a construir nossa história contemporânea. Sempre com apoio musical, as meninas do Jô e o calor da plateia, que são vocês", disse. "A gente está só começando", completou e finalizou.

Confira na íntegra o desabafo de Jô Soares:

"Este é o último programa deste ano. Não foi um ano fácil. 2014 foi o ano que levou meu querido amigo e parceiro Max Nunes. Um ano que uma pneumonia me levou para o hospital e um ano que eu vivi um pesadelo de todos os pais: a dor da perda de um filho. Além disso tudo, estou aqui inteiro renovado, pronto para enfrentar os desafios de 2015.

Segundo os boatos, que também me mataram até depois de morto, o 'Programa do Jô' iria parar. Não é verdade. Eu acabo de renovar o contrato com a Globo por dois anos, para seguir com o 'Programa do Jô'. O programa deve passar sim por reformulações, como é normal acontecer em uma programação, depois de 15 anos.

Vamos continuar entrevistando, como sempre, de segunda a sexta-feira, os personagens do povo brasileiro, conhecidos e anônimos, que ajudam a construir nossa história contemporânea. Sempre com apoio musical, as meninas do Jô e o calor da plateia, que são vocês. E, claro, sempre com a participação de vocês em casa. Tudo isso junto que é a razão do nosso sucesso e a minha razão de ser. Já foram quase 14 mil entrevista e, olha, a gente está só começando".

Clique e curta Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: UOL