Kesha busca ajuda no Brasil para retomar carreira após problemas emocionais

A retomada em 2015, dessa vez focada nos palcos e estúdios, começa no Brasil.

“Foi definitivamente um dos anos mais difíceis da minha vida. Passei por tanta coisa...”. Kesha se queixa, mas evita enumerar os problemas de 2014 ao G1. No entanto, não é difícil apontar as tais dificuldades. Ela se destacou menos pela música do que por começar o ano internada em uma clínica de reabilitação por distúrbio alimentar e terminar em uma briga judicial, ao acusar o produtor Dr. Luke de assédio sexual. A retomada em 2015, dessa vez focada nos palcos e estúdios, começa no Brasil.

Kesha – que em 2014 também resolveu abandonar o $ do nome artístico – canta no Festival de Verão de Salvador (22), em São Paulo (25), em Florianópolis (30) e no Planeta Atlântida (31). Veja serviço abaixo. Os shows vão ter o formato da “Warrior tour”, ela diz. No ano passado, a turnê do disco lançado em 2012 foi interrompida e ela quase não subiu no palco.

A assessoria da cantora vetou perguntas pessoais nas entrevistas sobre shows no Brasil. Mas no caso da compositora que transforma experiências comuns em hits – “Tik tok” apareceu quando ela chegou em casa bêbada da balada -, é difícil não falar de músicas que podem surgir da penúria de 2014. Sim, a “montanha-russa emocional”, como ela diz, pode inspirar novas músicas. Mas ela também quer outras influências para seu terceiro álbum - como o Brasil.

“Gosto do Brasil, é inspirador. Ao mesmo tempo em que é diferente da Califórnia [onde ela nasceu], também me faz me sentir em casa. Da última vez [quando veio para o Rock in Rio, em 2011] as pessoas foram tão legais comigo”, diz. “Quero passear de barco, encontrar as praias, passar um tempo conhecendo a comida e as pessoas. Conhecer outra cultura para me inspirar”, planeja.

O trabalho no sucessor de “Warrior” (2012) será feito em 2015, mas não há data de lançamento confirmada. “Estou trabalhando em novas músicas sim, mas não sei quando sai”, diz. Alguma das músicas novas já prontas pode aparecer ao vivo no Brasil, ela diz. O som, como nos outros álbuns, não terá compromisso com coerência de estilos. “De rock and roll sujo a country music”, ela diz sobre o que ouve atualmente.

Briga com produtor

Kesha se negou a falar na entrevista sobre Dr. Luke. Em outubro de 2014, ela entrou com uma ação judicial contra o produtor. Ela alega que sofreu "abusos sexuais, físicos, verbais e emocionais" durante uma década, segundo o site TMZ. A ação diz que Luke, que se chama Lukasz Gottwald, começou a assediá-la sexualmente quando Kesha assinou contrato para trabalhar com ele. A cantora tinha 18 anos e ele supostamente a obrigou a beber álcool e usar drogas para ficar menos inibida. O abuso causou os atuais distúrbios alimentares, segundo a artista.

Kesha pediu a um juiz para liberá-la de seu contrato com Gottwald. Dr. Luke, que também trabalhou com Katy Perry, Britney Spears, Christina Aguilera e outros artistas, também entrou com uma ação judicial contra Kesha. Ele afirma que ela inventou suas alegações e tentou extorqui-lo para que possa terminar seu contrato com ele. O produtor apresentou sua ação no mesmo dia em que a cantora entrou com a dela. Nenhuma das duas foi concluída.

"Esta ação é um esforço sincero de Kesha para recuperar o controle de sua carreira musical e sua liberdade pessoal, depois de sofrer por 10 anos como uma vítima de manipulação mental, abuso emocional e sexual nas mãos de Dr. Luke", disse, em relato publicado pelo TMZ, o advogado de Kesha.

 

Kesha no Brasil em janeiro

Salvador (Festival de Verão) Quando: Quinta-feira (22)

Local: Parque de Exposições Salvador

Preços: R$ 248 a 432 (passaporte festival)

Ingressos: Ingresso Rápido

 

São Paulo

Quando: Domingo (25), 20h

Local: Citibank Hall (Av. das Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro)

Preços: R$ 180 a R$ 400

Ingressos: Tickets For Fun

 

Florianópolis

Quando: Sábado (30), 21h

Local: Music Park - Rodovia Jornalista Maurício Sirotsky Sobrinho, 1 - Jurerê

Preços: R$ 50 a R$ 100

Ingressos: Blue Ticket

 

Planeta Atlântida

Quando: Domingo (31)

Local: Saba Campestre - Avenida Interbalneários, 413, Xangri-Lá

Preços: R$ 240 a R$ 520 (passaporte festival)

Ingressos: Ingresso Rápido

 




Fonte: G1