Latino paga R$ 75 mil de pensão e fica livre da prisão até dia 18

A dívida é estimada em R$ 150 mil e foi parcelada em duas vezes

Image title


Está suspenso o mandado que pedia a prisão do cantor Latino por não pagamento de pensão alimentícia. O advogado dele e da empresária Gláucia Roberta de Souza, mãe da filha do cantor de 2 anos e 9 meses, entraram em um acordo que prevê o pagamento da dívida dos atrasados de setembro de 2014 até agora.

A dívida é estimada em R$ 150 mil e foi parcelada em duas vezes. O cantor já fez o depósito dos R$ 75 mil referentes à primeira parcela nesta quinta-feira, 10, e se comprometeu a pagar o restante em 18 de setembro.

"Ele vai pagar uma parcela hoje [quinta, 10] e o processo fica suspenso até o dia 18 de setembro, data de pagamento da nova parcela.Caso não pague a segunda parte do dinheiro, será expedida nova ordem de prisão", disse o advogado Fernando Abrahão, que representa Glaúcia Roberta.

Pensão de R$ 10 mil

Depois de quitar esses atrasados, o cantor deverá depositar todo mês R$ 10 mil para pagar o valor da pensão da filha. Caso atrase novamente os alimentos, pode voltar a ser alvo de nova ameaça de prisão.Além dos R$ 150 mil devidos de setembro de 2014 até agora, Latino é alvo de um outro processo movido por Glaucia que pede a compensação dos atrasados desde que a filha deles nasceu.

Neste caso, a dívida pode chegar a R$ 500 mil."O comportamento do Latino neste momento é de colaborar com a Justiça, mas dentro do direito dele. Ele quer negociar o acordo de parcelamento do valor buscando evitar a prisão. Ele já pagou uma parte dos alimentos atrasados, vai pagar a outra parte esta semana e a diferença até o dia 18", informou o advogado do cantor, Bruno Pinho Gomes.O acordo para Latino se livrar da prisão começou a ser costurado na quarta-feira, 9, a fim de manter a agenda se shows do cantos no fim de semana. Ele se apresenta no dia 12, em São Luís, no Maranhão; 15, em Brasília; e 25, em Belo Horizonte.

Fonte: Com informações: Ego