Livro de Cristiano Araújo revela histórias inéditas

O fotógrafo Flaney Gonzallez lança ‘Onze mil horas’

Sexta dia 24/06 faz um ano do acidente que provocou a morte do cantor Cristiano Araújo, 29 anos, e da namorada, Allana Moraes, 19. A tragédia aconteceu, na BR-153, em Morrinhos, no sul goiano. 

O pai de Cristiano revela intimidades do sertanejo e as suas paixões, como música e futebol. Ele e o fotógrafo Flaney Gonzallez, que passou a última turnê com o cantor entre março de 2014 e junho de 2015, vão lançar “Onze mil horas”, em que mostra  histórias ilustradas por 220 fotos, entre inéditas, de bastidores, momentos mais íntimos e engraçados de Cristiano. 

“Logo que aconteceu tudo a tragédia, comecei a trabalhar com a dupla Henrique e Juliano e acabei passando por muitos lugares que estive com Cristiano. Aí, sempre recordava momentos e as pessoas se interessavam. Comecei a registrar tudo em texto porque não queria esquecer e começou a ganhar a forma de um livro”, explica Flaney.

O público poderá conhecer o outro lado do Cristiano, longe dos palcos, com os filhos, sempre alegre e divertido. “A vida dele era muito simples, mesmo diante de tanto glamour, fãs o cercando, oportunidades. Cenas simples do dia a dia dele, muitas vezes engraçadas. Ele era um artista, mas não se importava com grana, fama. Estava muito maduro. Tinha noção que o sucesso era um estado e não uma condição”, lembra.

Nas 400 páginas com textos e fotos, Flaney descreve um Cristiano divertido, porém de personalidade forte. 


Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Ego