Mãe do Ken Humano afirma náo ter mais nenhuma esperança

"Não tenho mais nenhuma esperança. Peço que as pessoas rezem por ele. Ele está em coma'', declara.

A situação de Celso Santebanes, mais conhecido como Ken Humano, está muito grave. Nesta sexta-feira, 6, durante uma visita ao filho no hospital onde ele está internado em Uberlândia, Minas Gerais, a mãe do modelo conversou com o EGO e fez um apelo. "Não tenho mais nenhuma esperança. Peço que as pessoas rezem por ele. Ele está em coma, o estado de saúde dele é muito grave e eu não tenho mais nenhuma esperança. Eu já perdi um filho, não queria perder outro. Ele é meu único filho homem", disse Marli Borges. O irmão mais novo de Celso, de 16 anos, morreu ao contrair o vírus rotavirus no ano passado.

A mãe de Celso contou que a última vez que esteve com o filho foi em 1º de janeiro. "Ele estava na minha mãe e estávamos muito felizes, muito alegres... Ninguém imaginava que isso fosse acontecer", disse Marli.

Segundo ela, seu desejo era melhorar a situação financeira da família. "O sonho dele era ajudar a família que é pobre, simples e humilde. Ele foi para São Paulo para nos ajudar. A minha vida é um livro de histórias abertas. É muito triste. Eu amo ele demais, quero que o mundo inteiro ore por ele, o que ele está precisando é de oração"

Esta é a primeira vez que Marli visita Celso no hospital porque a família havia decidido poupá-la da notícia sobre a gravidade do quadro do filho. Conforme a avó de Celso, Teresinha Borges, contou ao EGO, a filha Marli teve depressão pós-parto após o nascimento do rapaz e, desde então, vive à base de remédios e lida com uma série de problemas psicológicos.

Abalada, Marli chegou chorando muito ao hospital. Ela estava acompanhada de outras três tias de Celso além de um tio e os avós do modelo. "Ela viu o outro filho dela morrer dentro da UTI. Ela já perdeu um filho e o outro está aí desse jeito... Está sendo muito difícil para ela, mas Deus deu força para ela vir", disse Marília Borges, tia de Celso, sobre o sobrinho e irmão mais velhor do modelo, Celimar Borges. "Tem muitas pessoas criticando, dizendo que ele buscou isso, ele não buscou isso não", defendeu.

Entenda o caso

Celso foi internado pela primeira vez no dia 7 de janeiro, em Araxá, Minas Gerais, mas foi encaminhado logo depois para Patos de Minas por causa da gravidade de seu quadro. Assim como Andressa Urach, o rapaz também dizia sofrer com complicações por conta do hidrogel aplicado em suas pernas. Dias antes, em entrevista ao EGO, o modelo contou que ia precisar tirar todo o hidrogel do corpo, porém, após passar por uma consulta médica, foi orientado a tomar injeções de antibióticos e anti-inflamatórios antes de passar pelo procedimento.

"Meu médico falou que está muito inflamado, que eu posso pegar uma bactéria ou até algo mais sério. Ele falou que não vai mexer agora. Vamos fazer um processo com antibióticos também antes. Terei que tomar várias injeções na minha perna, mas provavelmente meu médico vai me internar ainda nesta semana. Só vou controlar com antibióticos antes para desinflamar e não correr riscos. Está muito inflamado, vimos isso no ultrassom. O médico disse que vai piorar minha perna, mas depois vai melhorar. É assim que funciona com o hidrogel. Segundo o médico eu devo ficar uns cinco dias internado depois ", disse ele na ocasião.

Ao ser hospitalizado, no entanto, ele descobriu que estava com leucemia. No entanto, foi apenas após ser transferido para Uberlândia, no atual local onde está, que começou o tratamento contra o câncer.



Fonte: Ego