Marcelo Adnet conta que pretende ter filhos com Dani Calabresa: "Nos damos muito bem"

"Muito orgulho dele, o prêmio é merecido. O potencial dele de criar, escrever, ele é um comediante diferente", declarou.

Na noite desta terça-feira, 17, Marcelo Adnet foi com a mulher, Dani Calabresa, ao Prêmio APCA em São Paulo. O humorista, que foi premiado pelo "Tá no ar: a TV na TV" como melhor programa de comédia, contou que por estar envolvido desde o roteiro até a edição, é muito bom ver esse reconhecimento. "Colegas de humor, como o pessoal do 'CQC' e do 'Pânico' elogiam o programa. A primeira temporada foi bem recebida e, por isso, ganhamos mais experiência. Mas tem todo o trabalho de manter o ritmo e a novidade", disse ele.

“Esposa coruja”, como ela mesma se definiu, Dani Calabresa foi só elogios ao marido. "Muito orgulho dele, o prêmio é merecido. O potencial dele de criar, escrever, ele é um comediante diferente", declarou.

‘A gente adora trabalhar junto’
Adnet também comentou como é ter mulher, Dani Calabresa, trabalhando na mesma emissora, a Rede Globo. "É muito bom, já passamos muito tempo morando separados (ela trabalha em São Paulo e ele no Rio). Com certeza, melhora o relacionamento", afirmou ele.

Calabresa falou sobre a possibilidade de voltar a trabalhar com Adnet em um mesmo programa. "A gente gosto de trabalhar junto, nos damos muito bem, nos divertimos, raramente brigamos. Mas por enquanto não tem nada a caminho", disse.

 Filhos?
Parece que o casamento de Adnet e Calabresa, aliás, vai muito bem - em novembro de 2014 o humorista foi flagrado beijando outra mulher. Tanto que ele disse que pensa, sim, em ter filhos. "Mas tem que ter planejamento para não ser do nada, tem que ser com responsabilidade. Mas me vejo muito bem como pai", declarou. Calabresa concordou com o marido: "A gente quer, mas estamos na ponte aérea ainda. Fica difícil planejar.”

Famosos como Deborah Secco e o namorado, Hugo Moura, Luana Piovani, Cássia Kis Magro e o marido, João Magro Filho e Maurício de Souza também estiveram na 59ª edição do prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA).

Fonte: Ego