Preta Gil dá piti com Renata Banhara em Nova York

A ex modelo entrevistou todas as atrações do evento

Uma cena no mínimo bizarra aconteceu no Brazilian Day, em Nova York, envolvendo Preta Gil e Renata Banhara.

Segundo a blogueira Fabíola Reipert, Renata afirma que estava no evento por convite de uma revista brasileira, e tinha autorização para fazer as entrevistas. 

A ex modelo entrevistou Rogério Flausino cantor no Jota Quest, César Menotti e Fabiano e Petra Gil que segundo Renata tratou mal toda a impressa.

Preta Gil dá piti com Renata Banhara em Nova York (Crédito: Reprodução)
Preta Gil dá piti com Renata Banhara em Nova York (Crédito: Reprodução)


Após as entrevistas Preta Gil procurou a assessoria do evento afirmando que Renata fazia parte do programa Pânico e estava ali para denegrir a imagem do festa. 

Não demorou muito para os seguranças encontrarem a ex modelo e apagarem todos os arquivos gravados por ela.

Preta Gil dá piti com Renata Banhara em Nova York (Crédito: Reprodução)
Preta Gil dá piti com Renata Banhara em Nova York (Crédito: Reprodução)


Veja o que Renata Banhara relatou:

“Eu estava lá autorizada, não infiltrada. Gravei com alguns famosos.

Quando estava indo embora com o professor, a mulher dele, o cinegrafista e dois fotógrafos, me fecharam o cerco, me pararam e apagaram tudo o que gravei durante uma semana. Perdi todo o meu trabalho, todo o meu material.

Preta Gil deu um chilique pelas minhas costas, depois de ter me dado entrevista, dizendo que eu era do programa Pânico. Ela espalhou para todo mundo que eu era do Pânico e que estava lá para debochar do evento, fazer piada com as pessoas.

Ela me desmoralizou com o dono do Brazilian Day. Fez ele entender que eu estava lá para destruir o evento dele. Perdi todo o meu trabalho por um chilique de uma garota mimada e louca.

Eu gostava dela, não sabia que ela era assim. É ardilosa. Causou um terror sem razão. Ela me fez passar por constrangimento”.

Fonte: Com informações do R7