"Que Deus é esse que pratica intolerância?", diz Henri Castelli

O fato aconteceu no domingo (14) após uma festa de Candomblé.

A menina Kailane Campos, de apenas 11 anos de idade, que foi apedrejada enquanto caminhava juntamente com parentes em direção a um centro espiritualista, após uma festa de Candomblé, no Rio de Janeiro, sensibilizou o país inteiro. O ator Henri Castelli, por meio do seu perfil no Instagram, emitiu repúdio à violência.

"Eu me pergunto: Para que isso? Que Deus é esse que está dentro das pessoas que praticam intolerância e preconceito? Nosso Senhor Jesus Cristo nos ensinou a ter amor ao próximo, amar nosso semelhante, praticar a verdadeira caridade, ajudar uns aos outros. Por que tanta agressividade? Vamos nos respeitar e nos amar independente de raça, classe social, religião ou opinião política", escreveu.

Para Henri, criticou o que chamou de falta de amor e classificou o ato como primitivo.

"Vamos colocar de verdade a mão na consciência e colocar Deus no coração. Ninguém é melhor que ninguém, somos todos irmãos, iguais perante a Deus. Espero do fundo do coração que um dia isso acabe e que tenhamos mais amor e paz no coração. Amo todos vocês. E Deus também. O racismo e o preconceito são a prova do quanto ainda somos primitivos", disse.

Image title


Fonte: Com informações do MSN