Thaila Ayala desabafa sobre o Brasil e é criticada: 'País de m***'

No perfil do Snapchat, Thaila desabafou sobre o episódio.

A atriz Thaila Ayala passou por uma situação delicada ao retornar para o Brasil, após uma temporada em Los Angeles, nos Estados Unidos. Ao desembarcar no aeroporto, a artista foi parada na Receita Federal e precisou pagar duas vezes pelo computador que trouxe.

No perfil do Snapchat, Thaila desabafou sobre o episódio. "Parabéns Brasil. Parabéns você que mora nesse país de me*** e é parada na Receita Federal e tem que pagar pela segunda vez seu computador! Em que país você chega e tem que pagar duas vezes pela mesma coisa porque um funcionário escreveu errado a sua declaração? Você chega já desesperada para ir embora porque é um país de muita injustiça! Simplesmente somos assaltados diariamente! Toda vez que eu chego no Brasil no percurso aeroporto para minha casa eu coloco o passaporte dentro da minha calça porque se eu for assaltada ele pode roubar tudo, menos o passaporte, para eu vazar!", disse ela.

Ao chegar em casa, Thaila retornou à rede social para esclarecer o que aconteceu e o seu momento de 'fúria': "quando eu falo país de me***, é porque a gente está na me***. Isso é real, não é algo da minha cabeça, está no nosso cotidiano, todo mundo sabe isso. O mundo, aliás, sabe disso. É a maior história de corrupção! Quem paga essa conta é a gente, isso é muito revoltante. Não sei como ainda conseguem ficar calmos. O nosso país é um dos mais ricos e maravilhosos do mundo. A gente tem tudo aqui, importa tudo. Somos os mais ricos de água doce e potável, mas aí poluem tudo e não se preocupam em limpar. As pessoas só querem poder e dinheiro e colocam nosso país na me***".Após receber várias críticas dos seguidores, a atriz decidiu encerrar o assunto e disse: "Quando o artista não se expõe, é um bando de sem opinião. Quando a gente fala, é maluco e do mal. 70% da nossa classe artística não se expõe. E está certo, pois é difícil se expor. É melhor ficar neutro porque assim todo mundo te ama".

Image title


Fonte: Correio 24 Horas