Filha de Fábio jr. aceita ser cantora após bronca do pai: "precisa fazer o que ama"

Filha de Fábio jr. aceita ser cantora após bronca do pai: "precisa fazer o que ama"

Antes de aceitar seu destino como cantora, Tainá Galvão, filha do cantor Fábio Jr. e irmã de Fiuk e Cleo Pires, tentou cinco faculdades diferentes

Antes de aceitar seu destino como cantora, Tainá Galvão, filha do cantor Fábio Jr. e irmã de Fiuk e Cleo Pires, tentou cinco faculdades diferentes. Ela achava que estava no caminho certo quando conseguiu um superemprego em uma empresa de arquitetura. Mas ao comemorar a conquista com o pai teve que ouvir umas verdades.

?Agora você vai ouvir. Eu sempre te apoiei, mas você canta o dia inteiro e acho que precisa fazer o que você ama e parar com essa babaquice?, disse Fábio para a filha. ?Daí me deu um clique?, lembra ela.

Passado o susto de assumir que queria seguir os passos do pai e do irmão, Tainá se jogou de cabeça no universo da música: ?Comprei uma placa de som e comecei a gravar voz com uma amiga. Ensaiava todo dia para começar a cantar em bar.?


Filha de Fábio Jr. fala de ligação com o pai:

Mesmo ainda insegura com a decisão, Tainá decidiu tirar vantagem da sua situação de filha de um dos cantores mais populares do Brasil e se intrometeu em uma reunião do pai com um produtor. ?Estava acanhada, mas pedi para ele me ouvir e mandei uma gravação minha por email.? Deu certo.

Tainá caiu nas graças do produtor e ganhou uma participação no CD do pai cantando a música ?Fullgás?, de Marina Lima.

?Ter gravado com meu pai foi uma oportunidade incrível, pelo artista que ele é. Eu fiquei muito emocionada no estúdio. Ele não podia entrar que eu chorava, fui escondida gravar?, lembra aos risos.

"Meu pai se entrega muito"

Tainá fica toda boba ao falar do pai e revela que os dois são muito parecidos.

?Ele brinca que eu sou ele de saia. Somos muito ligados em energia. Ou estamos muito felizes, ou muito tristes. Somos intensos. Temos uma ligação de alma. Não é genética, é do além?, diz.

Quanto à vida amorosa agitada (e famosa) do pai, ela diz não ligar.

?Não sou ciumenta, só quero que ele seja feliz?. Mas revela um lado protetor: ?Meu pai é como eu: quando está apaixonado, fica cego. Às vezes, vejo algo que ele não está vendo e tento mostrar, mas ele é mais experiente do que eu. É uma questão de querer bem. Tenho ciúme de alguém fazer mal pra ele e ele não perceber. Meu pai se entrega muito, mas nunca brigamos por causa das mulheres dele.?

E com tanta sintonia, será que Tainá também costuma se apaixonar tanto quanto o pai?

?Me perguntam se eu vou casar tantas vezes como ele. Ele não casou seis vezes, ele acreditou seis vezes. Não sei se vou ser igual, mas eu quero casar acreditando que vai durar pra sempre?, diz ela.

Apesar do romantismo herdado de Fábio, Tainá é cautelosa ao falar de seu relacionamento: ?Estou com uma pessoa, mas estamos nos conhecendo. Somos companheiros, estamos dividindo um momento.?

Irmão ciumento

A aparição ao lado do pai rendeu um convite para um ensaio sensual, que causou ciúmes em Fábio e, principalmente, no irmão.

?Eles são muito ciumentos, Felipe é o pior. Eu não sabia qual seria a reação deles, mas foi a mesma. Os dois gostaram da matéria e não comentaram a foto (risos)?.

Para azar de Fiuk, o assédio masculino aumentou com as fotos.

?Como você fica muito exposta, as pessoas ficam mais de olho. Até gente que te conhece, passa a te olhar diferente?, conta ela, acrescentando que não pretende posar nua. ?Hoje, eu com certeza não faria. No momento em que estou não faz sentido. Se fizesse sentido para o meu trabalho, eu pensaria?, explica.

?Esperam que eu seja um sucesso?

Apesar de o momento ser bom para Tainá, ela não tem pressa para lançar seu CD: ?Se Deus quiser, vai estar aí. Não tenho pressa. Estou mergulhada no projeto, mas quero que saia na hora certa e não porque o momento é legal pra lançar?, explica.

Ela também não se importa com a pressão que é vir de uma família tão talentosa: ?Como o Felipe e a Cleo fazem sucesso, todos esperam que eu seja um sucesso também. É muita expectativa, mas não me incomoda. Se um dia eu fizer sucesso, vai ser fruto do meu trabalho. Até porque a voz é minha.?

Depois de tanto tempo em dúvida, Tainá só quer saber de ser feliz com sua escolha: ?Quando me decidi, parece que eu nasci. Foi uma luz. Estou com muita energia acumulada. Não me imagino fazendo outra coisa, eu começaria tudo de novo várias vezes.?

Fonte: Ego, www.ego.com.br