"Não passou de um exagero", diz Alexandre Mortágua sobre seu desaparecimento em SP

"Não passou de um exagero", diz Alexandre Mortágua sobre seu desaparecimento em SP

Fiquei o domingo sem dar notícias porque meu celular estava sem bateria, disse Alexandre Mortágua

Alexandre Mortágua, filho de Cristina Mortágua com o jogador Edmundo, já está em casa e são e salvo. O rapaz, de 17 anos, que voltou a virar notícia depois que sua mãe foi a uma delegacia no Rio, na noite desta segunda-feira, 27, para prestar queixa sobre seu "desaparecimento" e garantiu que toda a confusão não passou de um exagero.

"Já estou no Rio, na casa da minha avó. Fiquei o domingo sem dar notícias porque meu celular estava sem bateria e tinha deixado o carregador na casa de um amigo. Como voltei para o Rio de ônibus, só consegui ligar para a minha avó quando o ônibus parou na estrada. Isso já era por volta das 10 e pouca da noite e ela já tava preocupada. Achei um exagero generalizado porque eu não fiquei mais de 24 horas sem dar notícia, mas não fiquei chateado. Afinal elas só estavam preocupadas. Errei em não ter dado notícias", afirmou.

. Relação entre Alexandre e a mãe, Cristina Mortágua, melhorou depois que eles passaram a viver separados

Sobre a declaração que a avó deu ao jornal carioca "Extra", de que ele teria tido que deixar seu celular em um restaurante como garantia por não ter dinheiro para pagar a conta, Alexandre explicou: "Não tem nada a ver com a conta. O restaurante em que eu estava teve problema com a bandeira do Visa no sábado e todos os clientes saíram sem pagar com a oportunidade de pagar outro dia. Foi isso que tentei explicar para ela quando liguei ontem à noite - ela já estava na delegacia, acabei até falando com um policial pelo telefone -, mas o sinal estava muito ruim e ela só se confundiu. Foi um grande mal-entendido - que teve grande colaboração minha, infelizmente -, mas não passou disso."

Apesar de todas as informações desencontradas, o rapaz confirmou que o intuito de sua viagem a São Paulo era trancar sua matrícula em uma faculdade.

"Fui para trancar minha matrícula em uma faculdade, para começar em fevereiro. Fui na quinta e fiquei até ontem pra ver uns amigos, mas só. Eu falei com a minha avó no domingo, no fim da tarde, avisei que voltaria de ônibus no dia seguinte", declarou.

Fonte: EGO