Fiuk diz em entrevista que já usou drogas e critica mulheres que transam na primeira vez

Fiuk diz em entrevista que já usou drogas e critica mulheres que transam na primeira vez

Fiuk fez um discurso contra o que chamou de perdição feminina

Às vésperas de viver um jovem mulherengo em "Aquele beijo", próxima novela das sete, Fiuk fez um discurso contra o que chamou de perdição feminina. Na coletiva de lançamento, realizada nesta quinta-feira, no Projac, o filho do cantor Fábio Jr. se disse assustado com o comportamento de algumas mulheres.

- Essa coisa de querer dar para qualquer um subiu na cabeça de vocês, mulheres. Vocês estão perdidas. Eu fico assustado com as histórias que eu ouço. A mulher tem que se dar o valor, ter um mínimo de pé no chão. O que vai ser dessa geração? Todo mundo vai pegar todo mundo, vai ser pegado. Quem vai sobrar? - questionou ele, jurando não ser machista: - Eu sou a favor de diretos iguais, na hora delas trabalharem, mas é preciso um mínimo de consciência.

Na trama, seu personagem vai se envolver com duas mulheres. Sendo uma, a Belezinha, vivida por Bruna Marquezine, virgem.

- Não valorizo a virgindade, mas como vão perdê-la. Sempre tem uma mulher na balada querendo pegar qualquer um, sempre tem uma mulher cachaceira. Se a mulher transar na primeira noite, perde o encanto. Só serve para uma noite - disse ele, que ser perguntando se valorizou a sua primeira relação sexual respondeu: - Sou moleque, fiz muita merda.

Segundo o ator e cantor, seu pai lhe deu libertadade para fazer o que quisesse.

- Ele dizia: "Você vai fazer isso, mas vai se fuder". E foi muito melhor do que se ele tivesse me proibido de fazer. Eu já usei droga, não vou falar qual foi, mas usei para experimentar.

Com Fábio Jr, Fiuk também aprendeu outra lição. Essa sobre casamentos.

- É preciso ter uma certa consciência antes de casar. Eu não vou pecar por isso.

Fonte: Extra