Fotógrafo registra vocalista do Red Hot sangrando no Rio

Fotógrafo registra vocalista do Red Hot sangrando no Rio

O quarteto californiano conseguiu dar uma "escapada" para surfar no Rio

Os integrantes da banda Red Hot Chili Peppers tiveram uma tarde animada nesta sexta-feira (23), no Rio de Janeiro. Um dia antes da apresentação da banda no Rock in Rio, o quarteto californiano conseguiu dar uma "escapada" para surfar. Resultado: Anthony Kiedis, vocalista, sofreu um corte na testa.

Pedro Cunha, da Escola Carioca de Surfe, foi o responsável pela empreitada, com um longo meio de campo. André Silva, surfista do WQS (divisão de acesso do WCT, elite do surfe mundial), é namorado da filha de Tom Curren, tricampeão mundial da modalidade. Aposentado, Curren se arrisca no mundo da música, e é amigo dos integrantes do Red Hot Chili Peppers.

Graças a Pedro Cunha, André Silva e Tom Curren, a principal atração do palco Mundo conseguiu um breve intervalo para surfar sexta-feira, na Prainha. "Contataram a gente ontem, o pessoal da produção deles, através de um atleta nosso. Saímos ontem, fomos pegar eles no (Hotel) Fasano e seguimos para a Prainha", contou Pedro ao Terra.

O professor da Escola Carioca de Surfe, porém, não foi o único que deu sorte. João Cardoso, 13 anos, é aluno de Pedro Cunha e teria aulas justamente na tarde desta sexta-feira. Resultado: acabou surfando com Anthony Kiedis e companhia na Barra da Tijuca.

"O André Silva entrou em contato comigo ontem pela manhã e pediu para eu dar exclusividade (de agenda). Só que eu tinha um garoto, o João, comigo no carro. Eu disse que não poderia largar ele na rua. Falaram que não teria problema", disse Pedro. "Passei lá, peguei eles, que foram dentro na minha Kombi, da escola. Aí, foge de um lado, foge do outro, paparazzi de todo lado, e chegamos à Prainha".

O ponto é bastante procurado por surfistas do Rio, pelo visual e pela tranquilidade. Porém, Pedro, João e o Red Hot Chili Peppers (e seus seguranças) não conseguiram fugir completamente - cerca de 20 pessoas seguiram os surfistas e acompanharam a sessão, que começou por volta das 15h30 e foi "até escurecer", segundo Pedro.

"Teve um pessoal que foi atrás da gente, de táxi e moto. Umas 20 pessoas. Mas quando a gente chegou à praia, era sair o mais rápido possível para a ir para a água e evitar o tumulto. De longe, não tem problema", disse Pedro Cunha, até agora incrédulo com a experiência. "A gente desacreditou, até a hora em que o pessoal da produção veio falar com a gente. E foi bem legal - uma das maiores atrações do Rock in Rio. Foi legal saber que o nosso trabalho foi reconhecido", completou.

Apesar da diversão, Anthony Kiedis protagonizou um susto ao sofrer um corte na testa e deixar a água sangrando no fim da tarde - que foi estancado com gelo para evitar um inchaço. "Na hora que ele estava saindo, com a água na cintura e com a mão na borda da prancha, dando aquele último mergulho, levantou (da água) e (a prancha) deu uma raladinha na testa dele. Na hora a gente ficou meio assustado, mas foi pouco", tranquiliza Pedro Cunha.

O surfista do Rio só não sabe agora se a experiência será repetida. "A gente sabe que a agenda deles é meio apertada", contou Pedro, que deixou "meio combinado" com a banda uma nova sessão de surfe no Rio de Janeiro.

Fonte: Terra